PTB denuncia caráter autoritário e antidemocrático do inquérito das fake News aberto pelo STF

PTB Notícias 21/09/2020, 14:16


Imagem

O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), em concordância com as bandeiras defendidas por este governo, que vão ao encontro dos valores sociais e políticos, os quais incluem a plena democracia, a liberdade de imprensa e a transparência por parte das instituições, vem por meio desta externar repúdio à forma de condução da CPI das Fakenews.

O inquérito, instaurado de ofício pelo presidente do STF à época, Min. Dias Toffoli, tem sido usado de forma suspeita para atingir fins obscuros, em favor de interesses particulares dos ministros integrantes da Suprema Corte.

O caráter autoritário e antidemocrático do inquérito foi criticado inclusive pela organização “Transparência Internacional”. Segundo a entidade, o inquérito das fake news aberto pelo STF “é um dos atos mais autoritários do Supremo desde a redemocratização do Brasil.”

O PTB corrobora a posição da Transparência Internacional, e afirma ainda que o interesse público e a observância do cumprimento da Constituição, que deveriam ser um dos sustentáculos do STF, têm sido substituídos pela suspeita da possível inclusão dos nomes de seus ministros na Operação Lava Jato.

O partido reitera estar em consonância com a busca pela verdade e imparcialidade na condução das investigações e apurações pelas instituições públicas.

Clique aqui para ler a nota na íntegra.