A partir de 31 março, Petebista Chico Galindo assume Prefeitura de Cuiabá

PTB Notícias 15/03/2010, 7:35


O anúncio da candidatura do prefeito Wilson Santos (PSDB) ao governo de Mato Grosso implica na ascensão do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

A partir do dia 31 março, o vice-prefeito Chico Galindo (PTB), assume a prefeitura de Cuiabá, maior colégio eleitoral de Mato Grosso.

No meio político, Chico já é tido como o Kassab de Mato Grosso, uma referência ao prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), que ascendeu politicamente após o governador José Serra (PSDB-SP) renunciar a prefeitura para disputar o governo do Estado na eleição de 2006.

De perfil apaziguador, a gestão de Chico, que promete continuidade das ações tucana, terá o estilo do vice-prefeito, que não reúne, neste momento, desafetos políticos.

Quando atuou na Assembleia Legislativa não cultivou animosidade com parlamentares, nem com o governo Blairo Maggi (PR).

O PTB, no atual cenário político estadual, não conta com nenhum representante na Câmara de Cuiabá, na Assembléia Legislativa.

Galindo é oriundo do segmento empresarial e se candidatou pela primeira vez, em Mato Grosso, em 2006, quando disputou uma vaga na Assembleia Legislativa, sendo eleito com pouco mais de 11 mil votos.

No ano seguinte, Galindo abriu mão da Assembleia Legislativa para disputar o cargo de vice do prefeito Wilson Santos.

A opção dele à época era considerada arriscada.

Ao confirmar, na sexta-feira passada, que renunciará o cargo de prefeito para entrar na disputa eleitoral, Wilson Santos foi enfático ao afirmar que seu governo não termina com a sua saída.

“Chico Galindo vai herdar todas as promessas de campanha e vai dar continuidade às ações.

Muito já foi feito, mas muito ainda virá”, reforçou o tucano.

No final do ano passado, Chico Galindo chegou a assumir a prefeitura de Cuiabá durante as férias de Wilson, já dando evidências de que, posteriormente, assumiria o cargo de forma definitiva.

Com as últimas mudanças feitas no staff, pelo atual prefeito, o petebista sinalizou que não fará novas mudanças nas secretarias.

Quando assumir o cargo, provavelmente, não irá se deparar com questões que causaram desgaste à gestão.

Até o dia 30, Wilson Santos promete entregar a Avenida das Torres, a ETA Tijucal, finalizar reforma do Pronto Socorro Municipal, além de colocar a Guarda Municipal em funcionamento.

O perfil pacificador Galindo é o principal fator que tem feito o prefeito tucano anunciar que renuncia o mandato “com tranqüilidade”.

Conforme o vice-prefeito declarou anteriormente, sua maior preocupação está na efetivação das obras de infraestrutura para que a capital receba os jogos da Copa do Mundo de 2014.

“Temos um plano de governo que será cumprido até o final”, garantiu Galindo, que ficará no cargo até 2012, podendo disputar a reeleição.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações do Diário de Cuiabá