Aidan recebe comissão de moradores para discutir problemas em Sto André

PTB Notícias 2/01/2011, 10:27


O prefeito de Santo André, Aidan Ravin, o secretário de Gabinete e de Finanças, Nilson Bonome, receberam nesta semana uma comissão de moradores do Jardim Santo André.

A pauta do encontro foi os transtornos causados pelo laudo da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU), que indicava a iminência de deslizamento de terra no setor S28 e solicitava a interdição do local.

O prefeito Aidan Ravin comprometeu-se com a comissão de moradores a intermediar as negociações com o CDHU, além de lutar pela regularização dos imóveis no Jardim Santo André.

“Nosso compromisso é lutar pela regularização dos imóveis e cuidar das pessoas.

Queremos trabalhar junto com os moradores e negociar com a CDHU”, reforçou o prefeito.

Aidan determinou que uma equipe de assessores da administração acompanhasse os moradores do Jardim Santo André nas reuniões com técnicos da CDHU.

“Queremos acalmar os moradores e reforçar que estamos solicitando novos laudos a CDHU para identificar os reais riscos de deslizamento de terra na área.

Nosso objetivo é preservar a vida e lutar por uma moradia digna a todos que lutaram por suas casas no Jardim Santo André”, completou Aidan.

O secretário de Gabinete e Finanças, Nilson Bonome, ressaltou que pretende marcar uma reunião com o novo secretário estadual de Habitação para discutir a situação do Jardim Santo André.

“Vamos reforçar as conversar para buscar uma solução pacífica e que atenda a todos os moradores”, disse Bonome.

Aluguel socialA Defesa Civil de Santo André foi acionada pela CDHU na semana passada e, com base nesse laudo, interditou 41 casas.

Até o momento, a Prefeitura já disponibilizou o aluguel social (R$ 380,00 mensais) para mais de 1.

300 famílias que tiveram que deixar suas casas por conta do risco, além de construir 118 unidades residenciais em núcleos pulmão.

O ginásio Sacadura Cabral também está preparado para receber famílias, caso seja necessário.

As ações para a urbanização integral de todo o complexo Jardim Santo André está em andamento.

A Prefeitura já conseguiu a regularização fundiária das glebas 1, 2 e 4.

Nesta primeira fase 2.

600 famílias receberão suas matrículas através do registro de seus imóveis no cartório.

Os moradores foram representados por Rosalinda de Sordi, Adriana Lopes dos Santos, Alderval Silva Santos e Nilson Souza de Jesus.

fonte: site da Prefeitura de Santo André (SP)