Alberto Bejani anuncia instalação de Rede de Segurança Pública

PTB Notícias 25/08/2007, 11:05


A doação de um terreno de 5 mil m2 pelo prefeito Alberto Bejani ao Governo de Minas Gerais credencia Juiz de Fora a ser a mais nova cidade mineira a ganhar uma Região Integrada de Segurança Pública (RISP).

O anúncio foi feito pelo prefeito Alberto Bejani (PTB/MG), nesta quinta-feira (23/08), durante entrevista coletiva em seu gabinete.

Em razão da importância geoeconômica da cidade no estado e ao objetivo do prefeito Alberto Bejani de melhorar a qualidade de vida dos cidadãos por meio de uma polícia mais ostensiva e efetiva em regiões de instabilidade, a partir de agora, Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros passam a compartilhar informações, estabelecendo estratégias e ações operacionais conjuntas, em um mesmo espaço físico.

Também vai funcionar no mesmo local o Centro Integrado de Atendimento e Despacho (CIAD), que recebe e registra as ocorrências e despacha as viaturas para o atendimento à população.

A construção da RISP e a implantação do CIAD são instrumentos para sedimentar a política pública de defesa social no município, ação aliada aos programas de prevenção ao crime dos Governos estadual e municipal.

Em recente visita a Belo Horizonte, durante reunião com o governador Aécio Neves e o presidente do Conselho Administrativo do BDMG, Itamar Franco, Bejani foi solicitado a disponibilizar uma área para a criação da RISP.

De imediato, o prefeito assinou um Termo de Doação do terreno ao Governo do estado, e o processo licitatório para a construção da obra foi publicado nesta quinta-feira, no Minas Gerais.

A área fica no Bairro Nova Era – Santa Lúcia, na Rua Tenente Guimarães, ao lado da Escola Municipal Professora Thereza Falci.

O orçamento da obra é de R$ 7,9 milhões, a ser pago pelo Tesouro estadual, prevista para começar ainda este ano.

Bejani informou que vai enviar nos próximos dias uma Mensagem à Câmara Municipal para oficializar a doação do terreno.

“Este projeto grandioso vai promover um combate inteligente ao crime na cidade, reduzindo gastos – ao reunir as forças policiais –, dando à população uma resposta mais integrada e rápida.

Além disso, o RISP vai trazer inúmeros benefícios, levando policiamento para áreas de risco e protegendo, ainda mais, uma das vias de acesso à cidade, a BR 267″, explicou.

Bejani disse também que esta iniciativa vai atender, em especial, uma reivindicação da Zona Norte, uma vez que esta área tem registrado altos índices de criminalidade.

Segundo informações do Governo do estado, os prédios das RISPs seguem um modelo padrão com cinco pavimentos.

No andar térreo, localizam-se auditório para 200 pessoas, sanitários, vestiários, recepção, áreas técnicas e intendência.

No mezanino, ficam o IGESP (Integração da Gestão da Segurança Pública), Salas de Treinamento (70 pessoas simultaneamente), geoprocessamento e o Centro Integrado de Informações de Defesa Social (CINDS).

No primeiro pavimento funciona o Centro Integrado de Atendimento e Despacho (CIAD), com salas de tele-atendimento e despacho, Olho Vivo, que unifica o atendimento às chamadas de emergência policiais e de bombeiros.

O segundo e terceiro pavimentos receberão as áreas administrativas e os comandos da Polícia Militar e Bombeiros Militar e as chefias da Polícia Civil e da Secretaria de Estado de Defesa Social (SEDS), consolidando as RISPs e viabilizando um modelo de gestão estratégica integrada para todas as ações de defesa social.

Bejani anunciou também que, a partir de 2008, o Bairro Santa Lúcia também receberá isenção do IPTU, como ocorreu com o Bairro Linhares, como forma de beneficiar a comunidade.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações da assessoria da PJF)