Alex Canziani apóia projeto do MEC para a informatização das salas de aula

PTB Notícias 23/04/2009, 10:27


Um grupo de prefeitos e secretários municipais de Educação do Norte do Estado estará em Londrina, nesta sexta-feira (24), participando de uma reunião de trabalho com um técnico do Ministério da Educação para tratar da implantação do Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo), da Secretaria Nacional de Educação à Distância (SEED).

O encontro, que acontecerá às 9h30, no Hotel Sumatra, é promovido pela Frente Parlamentar em Defesa da Educação Profissional e Tecnológica do Congresso Nacional, por intermédio do seu presidente, deputado federal Alex Canziani (PTB/PR).

O ProInfo é um projeto do SEED/MEC que visa promover o uso pedagógico de tecnologias da informação.

Cerca de dez milhões de alunos da educação básica de todo o país serão beneficiados este ano com a entrega de 26 mil laboratórios de informática.

O número representa a expansão do projeto, cuja meta é atender todas as escolas públicas urbanas até 2010.

Segundo Alex Canziani, que também é membro da Comissão de Educação da Câmara, os convidados deverão trazer o Termo de Adesão ao programa, devidamente preenchido, para que o pleito seja formalizado.

O parlamentar paranaense vai gestionar a implantação do projeto nos municípios interessados.

INVESTIMENTOS – De acordo com o Ministério da Educação, serão distribuídos 19 mil laboratórios de informática em escolas urbanas.

Para isso, o MEC investiu R$ 293 milhões.

Cada laboratório será composto por um servidor multimídia, sete microcomputadores, 16 terminais de acesso, nove estabilizadores, uma impressora laser/led e um roteador wireless (internet sem fio).

Está previsto ainda o fornecimento de um computador para a administração das escolas.

Para as escolas rurais, foram investidos R$ 23,960 milhões na aquisição de sete mil laboratórios.

Cada laboratório é composto por um microcomputador e cinco terminais de acesso compostos por um monitor, um teclado, um mouse, fones de ouvido e uma entrada USB, além de um estabilizador e de uma impressora.

Segundo o secretário de Educação à Distância, Carlos Eduardo Bielschowsky, com a adoção de multiterminais foi possível diminuir o custo dos laboratórios e também garantir maior durabilidade dos equipamentos.

Além de serem entregues e instalados nas escolas, os equipamentos terão suporte e garantia de 36 meses.

Todos deverão ser compatíveis com a nova versão do sistema operacional Linux Educacional 3.

0, software livre elaborado pelos servidores do ministério especialmente para atender às escolas públicas do Brasil, com conteúdos pedagógicos pré-selecionados.

PARCERIAS – O ProInfo é resultado de ampla parceria entre governo federal, estados e municípios.

Sendo assim, para aderir ao programa e escolher as escolas que serão beneficiadas por ele, é necessário seguir três etapas: enviar termo de adesão, efetuar cadastro e selecionar escolas.

Agência Trabalhista de Notícias