Alex Canziani destaca a realização de audiências públicas para o Pronatec

PTB Notícias 5/07/2011, 10:46


O Sistema S, formado por organizações criadas pelos setores do comércio, deverá aplicar recursos dos impostos sobre a folha de pagamento do trabalhador na oferta de cursos gratuitos.

Esta é uma das definições do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que foi debatido na última segunda-feira (04/07/2011) no auditório da Fecomércio, em Curitiba, em uma audiência pública da qual participou o relator da matéria na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara dos Deputados, Alex Canziani (PTB-PR).

Mais de cem pessoas participaram do encontro.

“Hoje já beneficiamos cerca de 20 trabalhadores com cursos gratuitos”, disse o presidente da Fecomércio, Darci Piana, referindo-se ao Sistema S.

Quem também enalteceu o Pronatec foi o secretário de Estado do Trabalho, Luiz Cláudio Romanelli: “Nós elaboramos diversas emendas, que hoje entregamos ao deputado Canziani para que sejam avaliadas na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara Federal.

É a contribuição do Governo do Paraná neste projeto do Pronatec”, completou o secretário.

Já o secretário de Estado da Copa, Mario Celso Cunha, destacou que o Pronatec pode ajudar na realização da Copa do Mundo no Brasil, em 2014.

“Este projeto vai deixar um grande legado para a sociedade, principalmente neste momento que estamos atuando no planejamento de uma Copa do Mundo”, lembrou.

O Pronatec visa a ampliação de vagas e o fomento e ampliação do ensino técnico profissional em todo o país, através, por exemplo, do financiamento de bolsas de estudo.

Neste processo estariam incluídas as redes estaduais de ensino, sistema S, rede federal de ensino técnico e escolas privadas credenciadas.

Segundo o deputado Alex Canziani, estão sendo realizadas audiências públicas em todos os Estados, “começando pelo Paraná, onde buscamos receber sugestões e orientações para elaboração de um projeto que tenha a máxima participação da sociedade”.

Foi um evento produtivo.

O deputado Alex Canziani expôs as motivações para a implantação do programa e abriu a oportunidade para sugestões ao projeto, que será votado em até 90 dias pelo Congresso Nacional.

O encontro reuniu, além de Canziani, de Piana, Romanelli e de Cunha, o secretário municipal do Trabalho, Paulo Bracarense; o superintendente do Sebrae, Alan Marcelo de Campos Costa; o Reitor da IFPR, Irineu Colombo; e o líder sindical Ariosvaldo Rocha, entre outras autoridades e representantes.

Agência Trabalhista de Notícias (PB), com informações do Site do Deputado Alex Canziani