Alex Canziani ressalta qualificação profissional obtida com Pronatec

PTB Notícias 15/03/2016, 8:15


O presidente da Frente Parlamentar da Educação, deputado Alex Canziani (PTB-PR), destacou, no Plenário da Câmara, o lançamento do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) para 2016.

“É um grande programa voltado para a formação de mão de obra, cursos técnicos, sejam eles concomitantes ou subsequentes ao ensino médio, através de uma parceria com o Sistema S – Senai, Senac, Sesi, Senar e Senat – os quais quero parabenizar.

Essa parceria viabilizará a mão de obra necessária para o País, qualificando o profissional na sua formação técnica”, declarou Alex Canziani.

O programa oferece ao estudante cursos técnicos em instituições particulares pagos pelo governo.

As instituições privadas participam da iniciativa Bolsa-Formação do Pronatec, na oferta de cursos técnicos por meio do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).

Foi criado em 2011 com a meta de abrir 12 milhões de vagas até 2018.

“Eu tive o privilégio de ter sido um dos relatores do projeto do Pronatec quando ele foi analisado na Câmara dos Deputados.

No ano passado, o número de vagas no programa diminuiu consideravelmente, mas, neste ano de 2016, deveremos ter 2 milhões de vagas”, previu o parlamentar.

Jovens e adultosDessas vagas, 372 mil são previstas para cursos técnicos e 1,6 milhão para cursos de qualificação profissional.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), nesta etapa haverá fortalecimento do Pronatec EJA (Educação de Jovens e Adultos).

A ideia é que os jovens e adultos que interromperam seus estudos tenham a oportunidade de participar do programa, tendo seus conhecimentos valorizados e aproveitados ao longo dos cursos.

O MEC também informou que os estudantes poderão optar pelo e-Pronatec, que permite à pessoa estudar online onde e quando preferir, de acordo com sua disponibilidade.

Segundo a pasta, o aluno vai estudar por meio de plataformas digitais, simuladores, animações e outros métodos de aprendizagem na internet, na TV Escola e em outros canais educativos, oferecidos principalmente pelos institutos federais e pelo Sistema S.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos DeputadosFoto: Jotanic/Câmara dos Deputados