Alex Canziani se reúne com direção do HU e da UEL e reforça parceria

PTB Notícias 9/09/2013, 15:09


A direção do HU e da UEL receberam, nesta segunda-feira (9/9/2013), o deputado Alex Canziani (PTB-PR), para agradecer ao parlamentar a destinação de R$ 1,5 milhão em emendas individuais para aquisição de equipamentos para o hospital, dos quais R$ 500 mil especificamente para o Centro de Tratamento de Queimados, que ele ajudou a implantar com a viabilização de recursos federais, há seis anos.

Chamado pela superintendente, Margarida Carvalho, de “parceiro do HU”, Canziani, que é filho de médico, teve destacado no encontro o seu carinho pelo hospital e a maneira sempre solícita com que atende aos chamados da instituição.

“Vivemos um momento complicado financeiramente, com notícias nada boas em relação ao orçamento.

Esses recursos que o deputado está destinando ao hospital representam vidas que serão salvas”, destacou Margarida Carvalho.

Canziani ressaltou que há necessidade de mais recursos para a saúde e que tem se empenhado nesse sentido.

“No Congresso, conseguimos aprovar a destinação de parte dos royalties (25%) para a saúde.

Em relação ao HU, temos um carinho especial e uma gratidão por ele.

O Hospital Universitário da UEL é referência para a saúde, tanto em relação a profissionais como em estrutura hospitalar”, disse.

O deputado falou também em mobilizar a bancada londrinense, composta por ele, Luiz Carlos Hauly (que no momento está licenciado) e André Vargas, para conseguir obras mais substanciais para o HU, como foi feito com a UEL na aprovação de verba de R$ 6 milhões na construção da nova Biblioteca Central.

A reitora Nádina Moreno pediu ao deputado uma ajuda política para tentar reverter certo descaso do governo do estado em relação à UEL.

“Não entendemos o porquê de a UEL ser preterida em relação às outras universidades, com verbas de custeio menor.

Pedimos R$ 10 milhões de verba de custeio e o governo só aprovou R$ 4 milhões, enquanto UEM e Unioeste, com estrutura menor, foram melhor atendidas.

Para se ter uma ideia, o déficit mensal de mais de R$ 180 mil do CTQ [Centro de Tratamento de Queimados], por exemplo, está sendo coberta com verba de custeio, quando essa despesa deveria ser do estado.

Estamos correndo risco de óbitos de pacientes por falta de equipamentos.

Infelizmente, não temos mais como trabalhar com essa situação”, expôs a reitora.

Ao final do encontro, Canziani conheceu “in loco” as novas UTIs Adulto 3 e Neonatal – a primeira unidade em fase final de contratações para sua ativação, e a segunda aguarda encaminhamentos para tal.

Agência Trabalhista de Notícias (NM), com informações do site do deputado Alex Canziani (PTB-PR)Foto: Asscom HU