Amazonino Mendes apela para população ajudar no combate à dengue

PTB Notícias 27/01/2011, 11:09


O prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, afirmou nesta quarta-feira (26) ao término da reunião com o governador do Estado, Omar Aziz, comandantes militares das Forças Armadas e representantes de órgãos de saúde municipal e estadual, que o sucesso de combate à dengue na cidade depende da conscientização da população.

Nesta reunião, o Governo do Estado, Prefeitura Municipal e Forças Armadas estabeleceram ações conjuntas para a prevenção do avanço da dengue em Manaus.

“Toda a população tem que se conscientizar, se envolver nesse projeto”, afirmou o prefeito.

As ações de combate à dengue vão desde um enorme mutirão de limpeza em toda a cidade ─ ruas, quintais de casa, terrenos baldios ─ até distribuição de cartilha aos alunos das escolas públicas e particulares, como uma forma de conscientizar as famílias em desenvolver medidas preventivas contra a doença.

Segundo Amazonino, a preocupação da Prefeitura e do Governo do Estado é quanto à disseminação da dengue tipo quatro.

“É uma apreensão muito grande pelo surgimento da dengue tipo quatro que vai além dos nossos limites, pois é sabido que isso vem da Venezuela, passa por Roraima e chega aqui em nossa cidade”, afirmou o prefeito ao elogiar a iniciativa do governo estadual em propor um mutirão contra a doença.

Amazonino Mendes reportou conversa com o governador Omar Aziz quando este observou do alto de um prédio, no centro da cidade, que várias caixas d”água estavam sem tampas, o que favorece o surgimento de larvas do mosquito transmissor da doença.

Desde dezembroA Prefeitura de Manaus lançou, em 14 de dezembro passado, a “Operação Impacto de Combate à Dengue 2011”.

A ação é coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e realizada em parceria com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Corpo de Bombeiros e Forças Armadas – Marinha, Exército e Aeronáutica.

De acordo com o último balanço divulgado pela Semsa, na última segunda-feira (24), as ações da Operação Impacto já garantiram a inspeção de 70.

896 imóveis, distribuídos por todas as zonas da cidade.

Em seis semanas de trabalho, os agentes da operação eliminaram 74.

688 depósitos de larvas do mosquito da dengue, fizeram o tratamento (com larvicida) de outros 8.

499 depósitos, além de orientar as pessoas sobre as medidas a serem adotadas em casa para prevenir a doença.

A Operação Impacto inclui ações de controle vetorial, busca ativa e bloqueio de casos suspeitos da doença, além de atividades de Educação em Saúde em escolas municipais e comunidades, em todas as zonas da cidade.

Até o encerramento da Operação, deverão ser inspecionados 392.

882 imóveis.

Destes, aproximadamente 90% são residenciais.

Para alcançar este objetivo, a Prefeitura colocou em campo cerca de 3.

200 profissionais, sendo 1.

800 agentes comunitários de saúde da Semsa; 1.

200 agentes de endemias da FVS; 100 militares do Exército, 30 da Marinha e 30 da Aeronáutica; e mais 25 do Corpo de Bombeiros.

Desde o último dia 19, a Prefeitura intensificou o serviço de borrifação espacial (fumacê), como parte das ações da “Operação Impacto de Combate à Dengue”.

A meta é que, até o final de fevereiro, o fumacê tenha feito a cobertura de 100% dos bairros de Manaus.

O fumacê é uma medida complementar que ajuda a combater o mosquito da dengue na fase adulta (alada).

Para o desenvolvimento desta ação específica, a Prefeitura recebeu do Ministério da Saúde uma remessa extra de três mil litros de inseticida e seis veículos (UBVs Morotizadas) que estão reforçando a frota que a Semsa dispõe para a realização do serviço.

Agência Trabalhista de Notícias (NF), com informação da Prefeitura de Manaus