Amazonino Mendes garante raça e trabalho para a Manaus da Copa de 2014

PTB Notícias 1/06/2009, 12:56


“Agora é suor, raça e trabalho! Raça, muita raça! E isso é comigo!”.

Assim o “Prefeito da Copa” como anunciou o apresentador da festa realizada no estacionamento do estádio Vivaldo Lima à tarde de domingo (31/5), resumiu o que a Prefeitura de Manaus pretende fazer a partir da confirmação de Manaus como uma das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.

O prefeito Amazonino Mendes disse que o trabalho será intensificado e que a cidade passará por uma grande transformação, recebendo obras de infraestrutura e modernização em todos os setores.

“Manaus vai crescer em quatro anos o que não cresceu em 40 anos”, assegurou o prefeito.

O anúncio das 12 cidades-sede foi transmitido diretamente de Nassau, nas Bahamas.

Milhares de pessoas lotaram a área externa do Vivaldão para torcer pela escolha de Manaus, que disputou com as cidades de Belém (PA) e Rio Branco (AC) o privilégio de representar a Região Norte na maior competição mundial de futebol.

Além da capital amazonense foram confirmadas Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

Amazonino, que sempre apostou na escolha de Manaus como uma das cidades-sede, destacou o empenho e a dedicação do governador Eduardo Braga e do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, que resultaram na vitória de agora.

“Agora peço a nosso povo que entenda e respeite, como sempre fez, a ordem e a organização da cidade”, disse ele à multidão.

O prefeito também classificou como importante o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo Amazonino, a decisão da Fifa vai possibilitar a captação de recursos para a realização de todas as obras que a cidade precisa para se adequar às exigências da Fifa.

A melhoria no sistema de transporte coletivo é uma delas.

A cidade, que tem quase 2 milhões de habitantes, deve ganhar um metrô de superfície, além de ver suas linhas de ônibus serem multiplicadas.

fonte: site da Prefeitura de Manaus (AM)