Amazonino Mendes realiza operação Calçada Livre, em Manaus

PTB Notícias 26/01/2011, 14:05


Agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) realizaram na manhã desta última terça-feira (25/01) a operação Calçada Livre, na avenida Brasil.

O objetivo foi conscientizar os condutores sobre a importância de não estacionar nas calçadas do logradouro.

A ação foi decorrente de inúmeras reclamações que a Prefeitura de Manaus, administrada pelo prefeito Amazonino Mendes, tem recebido de pedestres com dificuldade de circular por conta de veículos que obstruem o passeio público.

Os dois sentidos da avenida Brasil foram percorridos pelas equipes do Manaustrans.

Durante a operação, os agentes de trânsito orientaram os condutores que tinham carros e motos estacionados em calçadas.

“As notificações de infração serão aplicadas somente aos condutores que não forem localizados ou que insistirem em desobedecer aos esclarecimentos”, explicou o agente de trânsito Erasmo Paixão.

Durante a fiscalização, 12 autos de infração foram aplicados e um carro cujo dono não foi identificado foi levado ao parqueamento da Prefeitura.

O veículo guinchado só poderá ser reavido pelo proprietário mediante o pagamento de multa no valor de R$ 127,69.

O estacionamento em calçada é considerado infração grave e o condutor perde cinco pontos na carteira.

A determinação do prefeito Amazonino Mendes é que em 2011 a fiscalização seja intensificada e contemple outras importantes avenidas da cidade.

A fiscalização faz parte do programa Choque de Ordem da Prefeitura, que tem o objetivo de reorganizar a cidade.

O comerciante Álvaro Soares aprova a ação da Prefeitura.

Segundo ele, a ação é necessária, pois a quantidade de condutores que ainda desrespeitam o direito de ir e vir do pedestre é grande.

“Quem está andando a pé acaba sendo obrigado a andar na rua, é um perigo.

Que esta fiscalização sirva de alerta para que os motoristas tenham consciência”, afirma.

Nesta quarta-feira (26), os agentes de trânsito da Prefeitura devem retornar à avenida Brasil para verificar se as orientações estão sendo cumpridas.

Agência Trabalhista de Notícias (NF), com informações da Prefeitura de Manaus