Amazonino Mendes ressalta importância do ensino superior na Capital

PTB Notícias 21/02/2011, 14:25


No dia 17/02/2011 saiu a lista com os primeiros 7.

544 estudantes contemplados com bolsas de estudos em instituições de ensino superior oferecido pela Prefeitura de Manaus.

A relação foi divulgada na manhã de ontem pelo prefeito Amazonino Mendes (PTB-AM) no auditório João de Mendonça Furtado da Prefeitura.

O prefeito conclamou os estudantes a exercerem a fiscalização no cumprimento do Programa Bolsa Universidade.

A solenidade reuniu cerca de 500 estudantes que receberam resultados no auditório.

Segundo o secretário executivo do programa, Rony Siqueira, os alunos contemplados na lista podem procurar já a partir do sábado (19/02/2011), as instituições de ensino para consolidarem a matrícula.

“Quem foi contemplado com 75% deve pagar apenas 25%; quem ganhou a bolsa de 50% deve pagar os outros 50%”, informou.

O prefeito chegou ao auditório pouco depois das dez horas para o anúncio oficial da lista.

“Isso representa muita coisa, sobretudo para juventude e para os pais preocupados que gostariam de ver seus filhos formados, crescendo na vida e teriam dificuldades financeiras para custear os estudos superiores”, afirmou.

Em sua fala o prefeito pediu aos estudantes a colaboração para a fiscalização da execução do programa, bem como solicitou deles a contrapartida para a Prefeitura em projetos sociais a serem implantados, sempre destacando o fato de a Prefeitura proporcionar aos estudantes de família de menor poder aquisitivo a oportunidade de cursar uma universidade.

“Isso não existe no Brasil.

Manaus de repente descobre essa fórmula e equivale a uma nova universidade, como se fosse uma nova universidade e muito expressiva”, afirmou.

Em entrevista o prefeito voltou a comparar o Bolsa Universidade na disponibilidade de vagas com as duas instituições de ensino gratuito da cidade, a Universidade Federal do Amazonas (federal) e a Universidade do Estado do Amazonas (estadual) criada por ele em 2001 quando era governador do Estado.

“A UFAM e a UEA juntas recebem em torno de sete mil novos alunos e nós da Prefeitura de Manaus oferecemos 20 mil vagas”, disse.

Dos 7.

544 novos bolsistas, 65% são do sexo feminino e 58% deles são da faixa etária que varia de 26 a 67 anos o que demonstra a abrangência do programa municipal de incentivo ao estudo.

Quanto ao restante das vagas, o secretário executivo explicou que a partir de segunda-feira (21/02/2011) os estudantes cadastrados serão chamados pelo programa para o remanejamento de instituição de ensino, curso, turno.

Isso se deve ao fato de as vagas oferecidas por instituições ser inferior ao número de estudantes inscritos.

“Temos o exemplo o curso de Direito.

A procura foi grande pelos candidatos para curso noturno e infelizmente não comportou a demanda.

Vamos chamar os candidatos para sugerir que optem pelo curso no horário diurno ou mesmo para outra instituição de ensino.

As bolsas existem e esperamos que elas fossem preenchidas”, afirmou Rony Siqueira.

Agência Trabalhista de Notícias (PB), com informações da Prefeitura de Manaus