Amazonino representará prefeitos da América Latina e Caribe na ONU

PTB Notícias 12/10/2009, 10:03


O prefeito de Manaus, o petebista Amazonino Mendes, será um dos cinco prefeitos do Mundo que representará os governos locais nas negociações de mudanças climáticas durante a Conferência das Partes, a COP 15, em Copenhague, na Dinamarca.

Ele aceitou o convite feito oficialmente, na tarde da última sexta-feira (09/10), pelo secretário-geral da Federação Latinoamericana de Cidades Municípios e Associações de Governos Locais (Flacma), Guillermo Tapia, durante a solenidade de leitura da Carta de Manaus, que encerrou as discussões da Cúpula Amazônica de Governos Locais.

Amazonino representará os prefeitos da América Latina e Caribe, a convite do CGLU (Governos Locais para a Sustentabilidade e Cidades e Governos Locais Unidos), entidade ligada à Organização das Nações Unidas (ONU) e que reúne governos locais de 127 dos 191 países integrantes da ONU.

Aplaudido de pé pelos participantes da Cúpula que lotavam um dos auditórios do Studio 5, Amazonino Mendes afirmou aceitar o convite como um desafio e um motivo a mais para o fortalecimento da sua trajetória política.

“É uma honra aceitar a incumbência, que aumenta a minha responsabilidade em defender o local que eu mais amo – a Amazônia – sem limites de fronteiras, como um todo, porque são as mesmas árvores, o mesmo ar, as mesmas dores e as mesmas esperanças”, declarou.

Os demais escolhidos pela ONU serão prefeitos dos continentes europeu, asiático, norte-americano e africano, sendo Amazonino Mendes o prefeito do Continente Latinoarmericano.

Amazonino destacou a importância da realização da Cúpula Amazônica de Governos Locais como um primeiro passo para a consolidação de uma política ambiental voltada para os amazônidas.

Enalteceu a participação e o afinco das três instituições realizadoras do evento – Prefeitura de Manaus, Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e Associação Amazonense de Municípios (AAM) – e seus representantes.

“Nós, amazônidas, deixamos de ser espectadores para ser atores nesse processo de conservação ambiental”, afirmou.

Guillermo Tapia disse que a Cúpula Amazônica de Governos Locais chega ao final com os objetivos que foram traçados alcançados em sua totalidade e que é um honra tê-lo como representantes.

Tapia destacou o papel e a liderança de Amazonino na região amazônica.

“Tivemos representações dos países latino-americanos e de todos os estados da Amazônia Legal reunidos em Manaus, apesar de todas as dificuldades de mobilidade para que pudessem estar aqui”, afirmou.

O prefeito Amazonino Mendes lembrou que a iniciativa da Cúpula estaria despertando em algumas partes de mundo a tranqüilidade de que os povos da Amazônia estariam sendo guardiões da floresta.

fonte: site da Prefeitura de Manaus (AM)