Amorim cobra liberação das emendas da Suframa para os agricultores

PTB Notícias 16/10/2009, 16:35


Durante reunião da bancada amazônica (Rondônia, Roraima, Acre, Para e Amazonas), no início da noite da última quarta-feira (14/10), com o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, o deputado federal Ernandes Amorim (PTB-RO) fez um apelo para que o orçamento seja descontigenciado e liberado todas as emendas parlamentares destinas a Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), para aquisição de equipamentos agrícolas para as associações de produtores rurais na região.

O apelo, de acordo o parlamentar, é uma forma de ajudar a agricultura na Amazônia, principalmente em Rondônia, para onde estão destinados, em rubricas orçamentárias, recursos para aquisição de implementos agrícolas, tratores, caminhões e também para máquinas a serem usadas na melhoria das estradas vicinais, como retro escavadeiras.

Dessa reunião da bancada amazônica com o ministro se fizeram presentes, de Rondônia, os deputados Amorim e Eduardo Valverde (PT).

A liberação desses recursos provenientes de emendas viria em boa hora para os produtores rurais, organizados em associações, segundo calcula Amorim.

Só de autoria dele, há mais de R$ 15 milhões a serem injetados no Estado.

Esse montante se refere a uma emenda de R$ 13,8 milhões destinada pelo parlamentar para aquisição de patrulhas mecanizadas e aquisição de implementos agrícolas, e mais duas parcelas pendentes de emendas de 2007, para essa mesma finalidade, no valor de R$ 970 mil cada.

Amorim lembrou ao ministro que as pendências são fruto de acordo firmado entre bancada e o governo federal, mas agora, passada “a marola da crise” não há motivos para que não seja cumprido e o orçamento de 2008 liberados.

“Fiz ver ao ministro o que sempre tenho dito na tribuna da Câmara dos Deputados, que os municípios estão em crise.

Tem localidade fechando literalmente as portas da administração por conta dos cortes no repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e a liberação dessas emendas, nesse caso específico da Suframa, vai ajudar e muito nossa economia porque atende diretamente aos produtores rurais.

Agora vamos aguardar a sensibilidade da pasta no atendimento desse pleito justo que é nosso, mas é toda a Amazônia”, disse.

fonte: site Rondonia Dinamica