Amorim denuncia que famílias estão ameaçadas de perder terras em RO

PTB Notícias 14/07/2009, 7:15


O Deputado Ernandes Amorim (PTB-RO) revelou, em discurso no plenário da Câmara, nesta segunda-feira, 13/07, a questão de seis mil famílias no Estado de Rondônia que estão hoje no interior de uma reserva, criada após a constatação da existência de posses e trabalhos da maioria delas naquela área rondoniense, mas que estão ameaçadas de perder suas terras pelo Governo Federal.

“Sabemos que, embora haja o Código Ambiental — que tem 46 anos de instituição — , o Código Florestal, as leis ambientais, desde quando Pedro Álvares Cabral chegou em Porto Seguro houve desmatamento e que hoje todos os Estados estão desmatados, apesar de esta lei ter sido aprovada há 46 anos proibindo tudo.

Mesmo assim, ninguém tomou nenhuma providência em conter os desmatamentos, inclusive, na Amazônia.

Depois de todo esse tempo, principalmente, agora, no Governo do PT, querem jogar nas ruas as pessoas que vivem da agricultura, pessoas que desmataram quando podiam”, afirmou o Deputado do PTB.

“Por causa disso, as pessoas que estavam sendo prejudicadas, em Rondônia, mesmo depois do Governo do Estado, a nosso pedido, ter feito reuniões e mais reuniões em relação àquela comunidade, ter vindo a Brasília e negociado com a Ministra Dilma Rousseff a permanência daquele povo lá — principalmente, porque se diz que aquela área é uma reserva — , o Governo Estadual deu uma outra área, em dobro, em troca daquela, para que permanecessem naquele setor os trabalhadores.

Isso foi acertado com a Ministra, o Ministro do Meio Ambiente e o Governo do Estado.

Lá, assinaram um fajuto documento.

Talvez, até por falta de acompanhamento do Governador do Estado, por falta até de S.

Exa.

ter convocado as bancadas do Senado Federal e da Câmara dos Deputados, ou até ter consultado sua assessoria jurídica, o Governador assinou um documento que nada valeu”, denunciou Amorim.

“Neste momento, os seis mil trabalhadores, agricultores, pessoas humildes — não são madeireiros, toureiros, empresários, e não há políticos envolvidos — , que simplesmente estão buscando o direito de sobreviver, de suas famílias trabalharem, o direito de produzir, reivindicam, com coerência e respeito, que todos saibam, em âmbito nacional, o que está ocorrendo em Rondônia.

Não basta vir a esta tribuna.

Quantas vezes ouvi discursos a respeito do que está acontecendo em Rondônia.

Lamentavelmente, este Governo do PT nada faz.

Inclusive indicaram lá, politicamente, um Superintendente do IBAMA que a tantos prejudicou.

Esse Governo do PT, que deveria cumprir com suas obrigações, não as tem cumprido.

Por que os outros Governos cumpriram suas obrigações e agora o Governo Lula não quer fazer a sua parte, repassando os recursos às emendas dos Parlamentares? Por sinal, são emendas destinadas aos pequenos municípios, que atenderão ao povo carente, ao povo humilde de todo o País”, concluiu o Parlamentar petebista.

* Agência Trabalhista de Notícias