Antonio Luiz Neto analisa votações do plenário da Câmara do Recife (PE)

PTB Notícias 11/02/2015, 17:56


O vereador Antonio Luiz Neto (PTB) subiu à tribuna da Câmara Municipal do Recife (PE), na terça-feira (10/2/2015), para comentar a reunião plenária realizada na segunda (9), marcada por uma extensa pauta de votações de projetos de autoria do Executivo.

“Venho aqui registrar a minha surpresa diante do comportamento da liderança do governo, ontem à tarde, por entender que nós vivemos em um regime democrático.

Estou nesta Casa há seis mandatos e tive a oportunidade de exercer uma missão popular ao lado de grandes homens públicos e hoje eu acompanho uma representação eleita legitimamente pela população desta cidade.

E nenhum desses vereadores estão obrigados a votar no governo todas as vezes em que uma matéria vem a esta Casa”, disse.

O parlamentar ressaltou ainda que já fez parte das bancadas de governo e oposição e enfatizou a importância de votar consciente em relação às propostas da gestão municipal.

“Já fui do governo, oposição e, em vários momentos, respeitei e votei com independência.

Estou no momento na oposição e não sou obrigado a votar em projeto de governo contrariamente.

A minha independência é pessoal, até porque já tive a condição de derrubar uma gestão praticamente só, mesmo diante da maioria do governo.

Deverei fazer oposição às matérias em que a gestão não fizer o seu papel.

“Antonio Luiz Neto também frisou que cada vereador precisa trabalhar de forma coerente e exercer suas ações com cautela.

“Precisamos exercer o mandato com respeito que a história do Recife requer.

Tomemos o cuidado porque vamos prestar contas ao povo recifense daqui a um ano e quatro meses quando colocaremos os nossos nomes para reeleição.

O Recife está devendo muito aos cidadãos e lembro que cada um de nós está em contato direto com a população e devemos respeito.

O juramento e dignidade do mandato devem ser cumpridos por cada um e sabemos que temos obrigações com o povo naquilo que for bom para a cidade”, concluiu.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Câmara Municipal do RecifeFoto: Divulgação/Câmara Municipal do Recife