Após aglomerações, Divaldo Lara anuncia retorno do toque de recolher em Bagé

Agência Trabalhista de Notícias 19/05/2020, 7:44


Imagem Crédito: Paulo Batista/PMB

Em virtude das aglomerações que ocorreram durante o fim de semana, em Bagé (RS), e em função de um homicídio registrado na madrugada de segunda-feira (18), o prefeito Divaldo Lara (PTB) retomou com algumas medidas mais restritivas no município. A partir de segunda, foi retomado o toque de recolher, das 22h às 6h.

Entre a série de medidas, outra novidade é o fechamento de “rotas bares” que operam a venda de bebidas alcoólicas. A medida tem validade de, no mínimo, 10 dias, até que seja feito um novo termo de compromisso com os empresários do ramo. Consequentemente, também está proibido o consumo de bebidas alcoólicas em qualquer espaço público.

Na nova determinação, bares e restaurante voltam a ter permissão para funcionar somente até as 22h. Depois, os estabelecimentos poderão operar somente no formato delivery, com limite até a meia-noite. As medidas têm como finalidade evitar aglomerações pela cidade.

Divaldo também anuncia que, qualquer pessoa que for identificada promovendo festas e aglomerações poderá ser autuada pela Polícia Civil, Brigada Militar e agentes de fiscalização do município. Inclusive, há aval para prisão em flagrante dos responsáveis pelas aglomerações.

Cultos religiosos

No fim da live, Divaldo também mandou um recado para as igrejas e demais cultos religiosos. Segundo o prefeito, há espaços que estão funcionando acima do que é permitido, que é de 30% da capacidade de cada estabelecimento. Se casos como esses permanecerem, o prefeito ameaça o fechamento de imediato da igreja ou qualquer tempo religioso.

Com informações do Jornal Minuano