Aprovada emenda de Arnaldo que cria alternativa ao fator previdenciário

PTB Notícias 14/05/2015, 12:58


A Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (13/5/2015), por 232 votos a 210, emenda do deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) à Medida Provisória (MP) 664/14 que dá alternativa ao trabalhador, na hora da aposentadoria, de aplicar a chamada regra 85/95 em vez do fator previdenciário.

O parlamentar trabalhista disse que a regra significa um avanço para o fim do fator.

“O fator previdenciário reduz em 40% a aposentadoria dos trabalhadores e tem de acabar porque é uma grande injustiça”, afirmou.

A regra 85/95 permite que a mulher se aposente quando a soma de sua idade aos 30 anos de contribuição for de 85 e, no caso do homem, a soma da idade a 35 anos de contribuição somar 95.

Com essa regra, a aposentadoria seria integral em relação ao salário de contribuição.

Para os professores, haveria diminuição de 10 anos nesses totais.

Antes da votação, a presidente nacional do PTB, deputada Cristiane Brasil (RJ), saiu em defesa da emenda apresentada por Faria de Sá.

Na ocasião, Cristiane dirigiu seu discurso em especial aos parlamentares trabalhistas.

“Hoje fizemos sessão solene nesta Casa para comemorar os 70 anos do partido.

Está escrito no nosso Estatuto: o PTB vai derrubar o fator previdenciário e corrigir uma injustiça histórica dos nossos aposentados.

Portanto, eu peço aos deputados do PTB que ponham a mão na consciência e votem junto com o nosso colega Arnaldo Faria de Sá.

Vamos mudar o curso dessa história.

Vamos mudar essa injustiça com os brasileiros e brasileiras que acreditaram um dia que teriam uma aposentadoria digna e não estão sendo recompensados por terem acreditado”, afirmou.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência Câmara NotíciasFoto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados