Aprovado projeto de Cássio Trogildo que institui Plano de Resiliência em Porto Alegre

Agência Trabalhista de Notícias 20/09/2019, 8:30


Imagem Crédito: Jeannifer Machado/CMPA

A Câmara Municipal de Porto Alegre (RS) aprovou por unanimidade, na quarta-feira (18), projeto de lei que institui o Plano de Resiliência no município – Cézar Busatto. Conforme a proposta, de autoria do vereador Cássio Trogildo (PTB), entende-se por resiliência a capacidade de indivíduos, comunidades, instituições, empresas e sistemas de um município de sobreviver, adaptar-se e crescer, independentemente dos tipos de estresses crônicos e choques agudos que vivenciam.

Trogildo explica que a inclusão do nome do ex-deputado e secretário de Governança de Porto Alegre, falecido em 2018, é “uma homenagem à luta por uma construção humanista de cidade. Cézar Busatto foi a primeira pessoa que ouvi falar em resiliência”.

De acordo com o vereador, quando o desafio Cem Cidades Resilientes, da Fundação Rockefeller chegou a Porto Alegre, em 2013, a cidade já contava com um grupo de trabalho articulado, envolvendo setores do poder público, representações comunitárias e organizações da sociedade civil “na construção de políticas públicas para uma cidade melhor”. A intenção do Plano de Resiliência é ampliar e dar continuidade às discussões sobre como o município atua para aumentar a sua capacidade e o seu preparo para os desafios e as oportunidades do futuro.

Pelo projeto aprovado, Porto Alegre buscará tornar-se referência em resiliência urbana na América Latina até o ano de 2025 em diferentes temas divididos em cinco grandes objetivos: mobilidade urbana, legalização de terras, prevenção de risco, cultura de paz e ecossistema dinâmico e inovador.

Com informações da Câmara Municipal de Porto Alegre