Aprovado requerimento de Mozarildo sobre operação na Serra do Sol

PTB Notícias 6/09/2007, 8:52


Foi aprovado nesta quarta-feira (05/09/07), no Plenário do Senado Federal, o Requerimento nº 815, de autoria do senador petebista Mozarildo Cavalcanti(RR), solicitando a criação de Comissão Temporária externa composta de 3 senadores destinada a acompanhar a retirada de moradores não-índios da terra indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima.

É a terceira comissão proposta por Mozarildo para acompanhar a trágica demarcação da reserva.

O senador Mozarildo foi ainda designado pelo presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional – CRE – do Senado Federal, para acompanhar a operação da Polícia Federal – UPATAKON 3, na reserva indígena Raposa Serra do Sol em Roraima.

O ex-diretor da Polícia Federal Paulo Lacerda confirmou a denúncia de Mozarildo sobre a operação, durante análise de sua indicação para diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Mozarildo questionou a referida operação, e obteve, por parte do diretor da PF, a confirmação de preparativos para a operação.

Lacerda afirmou que a PF é chamada a dar apoio ao Ministério da Justiça e seus órgãos, diferentemente de ações de investigação, que são iniciativas da PF.

Mozarildo apresentou um requerimento para que se designasse um membro da comissão, a fim de acompanhar a operação que deve acontecer durante o mês de setembro.

De pronto o presidente da CRE designou Mozarildo Cavalcanti, que é presidente da Sub-Comissão da Amazônia, ligada a CRE.

Mozarildo diz que pretende acompanhar de perto a suposta operação não só para evitar excessos, bem como para garantir a transparência e legalidade da operação, caso ocorra.

A Polícia Federal planeja uma mega operação na reserva indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, conforme denunciou Mozarildo da Tribuna do Senado em 12 de julho de 2007.

A operação teria como objetivo a retirada de produtores da área demarcada e homologada pelo Presidente Lula.

Segundo o Jornal O Globo, a partir da denúncia do senador Mozarildo, a Polícia Federal poderá ser forçada a abortar, ou pelo menos retardar a operação de retirada de produtores da reserva Raposa Serra do Sol, em Roraima.

Os militares resistem em dar apoio à PF.

A ação estava prevista para acontecer este mês, com a participação de 500 agentes federais.

Agência Trabalhista de Notícias