Arapiraca: Célia anuncia doação para Casa Abrigo e Delegacia da Mulher

PTB Notícias 20/03/2015, 13:09


Durante a abertura do Seminário de Articulação da Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, no auditório do Centro de Referência Integrado de Arapiraca (Cria), na quinta-feira (19/3/2015), a prefeita Célia Rocha (PTB-AL) anunciou a doação de imóveis para a instalação da Casa Abrigo e também para a Delegacia da Mulher.

A solenidade contou com a presença da secretária da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos de Alagoas, Rosinha da Adefal, e da secretária municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, Hyseth Santos, bem como da delegada da Mulher, Rosimeire Chaves, e do defensor público André Chalub.

Também estiveram presentes a diretora do Centro de Referência e Atendimento à Mulher em Situação de Violência (Cramsv) de Arapiraca, Aline Silva; as secretárias municipais de Planejamento, Cícera Pinheiro; de Assistência Social, Anadja Almeida; de Indústria e Comércio, Myrka Lúcio, além da subsecretária municipal de Governo, Giane Silva, e a representante do Juizado da Mulher, Valquíria Malta, como também de médicas, psicólogas, advogadas, educadoras, assistentes sociais, servidoras públicas e lideranças comunitárias de Arapiraca e de outras cidades do Agreste.

O seminário serviu para fortalecer o trabalho que já está sendo desenvolvido desde os primeiros dias da gestão da prefeita Célia Rocha, com a implantação do programa de apoio à primeira infância, o Agapi, com atendimento a mulheres gestantes, crianças e famílias.

Na ocasião, Célia Rocha destacou a parceria do município com a criação do Juizado Especial da Mulher de Arapiraca.

“A violência aparece de todas as formas, e nosso governo está unido em defesa dos direitos das mulheres, fortalecendo cada vez mais as parcerias com os governos estadual, federal e instituições e a sociedade civil organizada”, salientou a petebista, destacando a amizade e o compromisso da secretária Rosinha da Adefal, Defensoria Pública, Tribunal de Justiça, Delegacia da Mulher, entre outras entidades.

A Rede Estadual de Proteção à Mulher tem como pilares as ações nas áreas de segurança, assistência social, saúde, educação, trabalho, justiça, habitação e cultura.

Em dois anos de atividades, o Cramsv de Arapiraca já realizou mais de 800 atendimentos.

De acordo com a secretária Hyseth Santos, este grupo visa o fortalecimento da autoestima das envolvidas que vivem em situação de violência, incentivando-as a um recomeço de vida distante dos maus-tratos e agressões de seus parceiros.

A secretária Rosinha da Adefal destacou a importância do fortalecimento da Rede Estadual de Proteção e Enfrentamento à violência, reafirmando o compromisso do governador Renan Filho (PMDB).

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Prefeitura de ArapiracaFoto: Divulgação/Prefeitura de Arapiraca