Araújo promove união de forças para defender interesses de Rondônia

PTB Notícias 23/03/2011, 14:53


Preocupação com a continuidade das obras, com a segurança e com o respeito ao direito dos trabalhadores.

Esse foi, em resumo, o contexto de importante encontro ocorrido nesta terça-feira (22/03), no gabinete da presidência da Assembleia de Rondônia, entre o deputado Valter Araújo (PTB), o prefeito Roberto Sobrinho (PT) e o presidente da Câmara de Vereadores da Capital, Eduardo Rodrigues (PV).

Na reunião, ficou clara a defesa das três autoridades da necessidade de que as obras de Jirau e Santo Antonio tenham continuidade imediata, para evitar inclusive danos sérios à economia de Porto Velho e do Estado.

Mas também houve clareza na posição de que o governo federal, que detém 49% do capital das empresas que formam os dois consórcios, se responsabilize pela segurança nos canteiros de obras.

“A estrutura de segurança pública do Estado é pequena e não tem como atender uma responsabilidade que é da União”, destacou o presidente da Assembleia, Valter Araújo.

No encontro com Roberto Sobrinho e Eduardo Rodrigues, Valter Araújo também fez questão de frisar o apoio do legislativo estadual aos trabalhadores, quem, segundo ele, “devem ter todos os seus direitos respeitados”.

Valter, que acompanhou muito de perto todo o desenrolar da crise da semana passada, em Jirau, já superada, destacou a ação de vários organismos para que a situação fosse contornada.

Mas disse que a Ale, como representante da comunidade rondoniense, vai cobrar ações claras, no sentido de que as obras tenham continuidade, mas dentro de um clima de segurança e tranqüilidade.

O prefeito Roberto Sobrinho tratou também da questão das compensações, afirmando que o município vai reivindicar mais investimentos dos consórcios.

Explicou que quando os primeiros estudos foram feitos, esperava-se, até o final da obra, uma população de mais 50 mil habitantes na Capital.

Hoje, no meio da construção, esse número já chegou a 90 mil.

Sobrinho também agradeceu a Valter Araújo o apoio do poder legislativo à questão das usinas.

As autoridades vão continuar debatendo o tema, cobrando soluções e buscando alternativas seguras para que a questão das obras das usinas do Madeira se torne solução e não mais problemas para a Capital e para Rondônia.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal Rondônia Dinâmica