Armando Abílio adverte que fidelidade deve ser obedecida pelos filiados

PTB Notícias 3/03/2009, 17:20


Leia abaixo matéria publicada no jornal O Norte, da Paraíba:O poder dos partidosPresidente estadual do PTB na Paraíba, o deputado federal Armando Abílio chamou a atenção, em conversa com o colunista Nonato Guedes, para a nova realidade que vigora no quadro político brasileiro, traduzida na força dos partidos e na imposição da fidelidade aos filiados e militantes, conforme resolução do TSE ratificada pelo Supremo Tribunal Federal.

Para ele, este é um dogma que precisa ser obedecido sob pena de aplicação de sanções legais, inclusive a perda do mandato.

O comentário foi feito a propósito de problemas ocorridos no PSB paraibano, que teve um deputado chamado para o governo Maranhão sem a anuência da sua direção.

Embora com a ressalva de que não deseja se imiscuir em assuntos afetos a outras agremiações, Abílio opinou que esses episódios devem servir de parâmetro para todos os partidos e considera que a imposição da fidelidade foi um avanço no sentido de fortalecer a representatividade política.

“Poderão dizer que está havendo uma ditadura dos partidos, mas o fato é que a base da democracia é o fortalecimento das organizações partidárias.

Quando os tribunais decretaram que o mandato é da legenda e não do parlamentar, prestaram uma contribuição relevante com vistas a legitimar uma situação correta”, disse.

O dirigente petebista revelou que a sigla mantém-se na oposição ao governo José Maranhão, sem radicalizar, porém, quando estiverem em jogo interesses maiores da Paraíba.

No reverso da medalha, continua firme o apoio ao prefeito Ricardo Coutinho e a uma virtual candidatura dele ao governo, o que será referendado em reuniões internas que o PTB promoverá.

Abílio não descarta um confronto entre Maranhão e Coutinho para 2010.