Armando Abílio repudia intromissão de aliados no PTB

PTB Notícias 27/01/2009, 8:04


O deputado federal Armando Abílio (PTB) disse nesta segunda-feira, 26, que o partido vai distribuir nota oficial repudiando o que ele considera “intromissões” indevidas nos assuntos internas do PTB, as declarações atribuídas ao senador Cícero Lucena (PSDB), que considerou “inconveniente” aliados do governador defenderem uma aliança entre o prefeito Ricardo Coutinho e Cássio em 2010.

“Cada partido tem o direito de fazer suas escolhas; no PTB mesmo temos o secretário Carlos Dunga que defende a manutenção da aliança com o DEM e o PSDB, mas isso nós vamos decidir no voto”, disse Abílio, que nesta segunda-feira reuniu lideranças políticas na sede do partido, em ato de filiação de lideranças empresariais.

“A nota não especificará ninguém, mas vários políticos no estado têm dado opinião sobre o PTB, e isso nós não admitimos.

Por outro lado, quem estiver afirmando que tem apoio de mais prefeitos que a direção do partido, que venha tomar a direção”, desafiou Abílio.

“Repudiamos qualquer comentário a respeito da vida do PTB”, acrescentou.

Segundo Abílio, onze dos treze diretorianos já se definiram pela aliança com o PSB.

“Nosso apoio a Ricardo já foi decido; na condição de que o PTB terá uma vaga na chapa majoritária”, condicionou.

Abílio destacou que todos os acordos firmados com Ricardo Coutinho estão sendo mantidos pelo prefeito.

“Os acordos para indicar Diego Tavares e Pedro Coutinho para o secretariado e Tavinho Santos para a liderança na Câmara foram mantidos.

Hoje o PTB é parceiro de Ricardo”, declarou.

Segundo Abílio, a candidatura do prefeito Ricardo Coutinho ao governo em 2010 não tem volta.

“É irreversível, o cavalo está passando selado para ele, que não terá outra oportunidade como essa para ser governador”, declarou.

Agência Trabalhista de Notícias com informações do Site Paraíba.

com