Armando apoiará Humberto Costa para o governo

PTB Notícias 12/06/2006, 16:03


O presidente licenciado da CNI, Armando Monteiro Neto, confirmou nesta segunda-feira, 12, que o apoio dado à candidatura do ex-ministro Humberto Costa, ao Governo de Pernambuco, foi a maneira mais adequada que encontrou para homenagear o presidente Lula.

Armando oficializou, hoje, sua desistência na corrida ao Governo de Pernambuco.

“Cheguei a concluir que uma maneira especial de reconhecer o que Lula tem feito por Pernambuco seria me engajar à candidatura de Humberto”, disse.

Perguntado por que não teria feito uma outra opção – se aliar à candidatura do ex-ministro Eduardo Campos (PSB) – o presidente da CNI afirmou que Humberto tem uma trajetória política mais identificada com os ideais de Lula, que, segundo ele, trouxe grandes benefícios para Pernambuco.

Armando negou que, em qualquer momento, o presidente Lula tenha pedido para ele sair da disputa e se engajar na candidatura de Humberto.

‘Estive com o presidente na quinta-feira passada, mas não comuniquei a ele que estaria deixando a disputa.

Deixei apenas a entender que faria uma outra opção’, disse Armando, referindo-se ao fato de jogar a toalha ou se manter no páreo estadual.

O trabalhista disse, ainda, que não houve um fator espícifico ou determinado para abrir mão da sua candidatura, mas admitiu que houve forte pressão dos candidatos proporcionais.

“Minha decisão foi fruto de vários fatores, inclusive uma avaliação interna de que a candidatura não seria saudável para os que postulam, dentro da Frente Trabalhista, um mandato de deputado federal ou estadual”, afirmou.

Perguntado se sua renúncia não seria uma maneira de mostrar, na prática, uma rendição à velha tese de que não se sustenta uma candidatura a governador representando a terceira via em Pernambuco, Armando disse que, no quadro atual, isso também pesou, mas ressaltou que o Estado caminha para superar esse quadro polarizado entre um candidato de centro e outro de esquerda.

Blog do Magno Martins