Armando apresenta propostas para estimular economia de Pernambuco

PTB Notícias 25/08/2014, 16:54


O candidato a governador Armando Monteiro (PTB) apresentou na sexta-feira (22/8/2014), em almoço com representantes do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo e Lojas de Conveniência de Pernambuco (Sindicombustíveis-PE), sua plataforma de governo para alavancar o desenvolvimento econômico do Estado.

Durante o encontro, no Clube Português, nas Graças, Zona Norte do Recife, Armando e o candidato ao Senado João Paulo (PT) falaram sobre investimentos em educação e infraestrutura e de como eles são essenciais para dar continuidade ao ciclo de crescimento experimentado por Pernambuco nos últimos anos, além da necessidade de estreitar a parceria com o governo federal.

Diante de 60 empresários, Armando voltou a dizer que a educação é a prioridade das prioridades.

“Precisamos dar uma virada na área, criando o padrão pernambucano de educação.

O governo do Estado tem que apoiar os municípios, seja por meio de incentivos da cota-parte do ICMS aos municípios que apresentarem melhor desempenho, seja oferecendo suporte técnico-pedagógico”, afirmou.

Sobre a infraestrutura, o candidato petebista lembrou que o Estado vai precisar estar afinado com o governo federal para poder bancar obras como o Arco Metropolitano.

“É necessário que dupliquemos a BR-232 até Salgueiro, completemos a obra da 104 e também dupliquemos a 423.

Isso só será possível se contarmos com o governo da presidente Dilma Rousseff”, prosseguiu.

Armando ainda salientou que é primordial criar um ambiente tributário e regulatório para a atração de investimentos privados.

Ele defendeu a criação de instrumentos que facilitem a viabilização de empreendimentos, como o Código de Defesa e Garantias do Contribuinte e o Conselho de Defesa do Contribuinte.

Ao fim do encontro, o presidente do Sindicombustíveis, Alfredo Pinheiro Ramos, entregou a Armando Monteiro uma pauta de reivindicações e sugestões para o setor, com 14 pontos.

“Vamos avaliar as ideias, dentro do diálogo respeitoso e aberto com o setor.

Vamos ver que pontos poderão ser atendidos”, finalizou.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da assessoria de Armando Monteiro (PTB-PE)Foto: Leo Caldas/Divulgação