Armando Monteiro defende ofensiva por novos mercados

PTB Notícias 5/01/2015, 8:30


O novo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Armando Monteiro Neto (PTB-PE), afirmou em entrevista ao jornal “Valor Econômico” que diante do pouco espaço para aumentar a competitividade da indústria através das desonerações, a saída é buscar uma agenda que amplie os mercados internacionais.

Armando Monteiro disse que suas prioridades serão a aproximação com os EUA, a concretização do acordo Mercosul com a União Europeia e a renovação do acordo com o México.

No seu entendimento, o Brasil deverá buscar uma ofensiva por novos mercados sem renunciar ao Mercosul.

Essa é receita do futuro ministro do MDIC para reverter o resultado negativo de 2014 na balança comercial.

Para o novo ministro do Desenvolvimento, “o grande vetor de crescimento” econômico do País será a exportação.

Ele disse também que a retomada do crescimento é uma agenda “densa e desafiadora”.

Armando Monteiro participa, neste momento, da cerimônia de posse da presidente Dilma Rousseff no plenário da Câmara dos Deputados.

Armando Monteiro afirmou ainda que entre as prioridades do novo governo estará a busca pelo reequilíbrio macroeconômico e a retomada da economia.

O novo ministro também citou como metas a melhoria do ambiente regulatório e tributário e fortalecimento do comércio exterior, com ampliação de acordos comerciais e a melhoria do inserção de produtos brasileiros no mercado internacional.

Por último, ele avaliou que a situação econômica atual não se deve apenas ao baixo crescimento interno, mas também por um quadro externo de dificuldades, com o fim do “boom” das commodities e mudanças na política monetária dos Estados Unidos.

Agência Trabalhista de Notícias