Armando Monteiro diz que País perde oportunidades com taxa de juros alta

PTB Notícias 2/05/2007, 8:39


O Comitê de Política Monetária (Copom) anunciou na última semana a 15ª redução consecutiva, desde setembro de 2005, na taxa básica de juro, a selic, que serve de referência para os demais.

Ela passou a valer 12,50% ao ano, ainda a maior do mundo.

Para o deputado Armando Monteiro Neto, presidente do Diretório Estadual do PTB de Pernambuco, o Banco Central precisa diminuir ainda mais a taxa de juros, para que o país não veja seu crescimento ficar estagnado justo quando a economia mundial vive um excelente momento.

“Nós continuamos torcendo por uma redução maior.

O Brasil está perdendo uma janela de oportunidades que o mundo oferece.

Com o quadro de estabilidade do País, e a situação de absoluto controle da inflação, o Brasil necessita reduzir esta diferença da taxa de juros interna para a taxa de juros externa.

A redução desta distância servirá como estímulo para investimentos no Brasil, e evitará o agravamento dessa situação de apreciação do câmbio.

Essa grande diferença de juros é que está pressionado o real no sentido de valorização.

Existe um grande afluxo de capitais externos que vêm ganhar esta diferença da taxa de juros, pressionando o câmbio.

Por todas essas razões nós temos que acelerar essa redução da diferença existente”.

fonte: Informativo da Liderança do PTB na Câmara dos Deputados