Armando Monteiro visita com Lula obras da transposição do São Francisco

PTB Notícias 16/10/2009, 16:40


Presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Diretório Estadual do PTB em Pernambuco, o deputado federal Armando Monteiro Neto está acompanhando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a ministra Dilma Rousseff e o governador Eduardo Campos nas visitas às obras da Transposição do Rio São Francisco, no Sertão pernambucano, que se iniciaram nesta quinta-feira (15/10).

Na opinião de Armando, as obras desse megaprojeto de engenharia, orçadas em R$ 6 bilhões, provocam um impacto significativo e imediato em diversos municípios do Nordeste por causa da geração de empregos.

“São milhares de empregos no semi-árido.

São pernambucanos, baianos, paraibanos que estão tendo a oportunidade do emprego em função da obra”, destaca.

Armando Monteiro também avalia que essa nova visita a Pernambuco é mais um sinal de afirmação do compromisso do presidente Lula com o Nordeste.

Veja abaixo o que pensa o deputado sobre as obras e a vinda de Lula:O que significa a visita do presidente Lula às obras da Transposição?Armando Monteiro – É mais uma afirmação do compromisso que o presidente tem com o Nordeste e com Pernambuco.

Essa obra da Transposição atende a uma velha aspiração do povo do Nordeste, especialmente do Nordeste Setentrional, que sempre conviveu com gravíssimas dificuldades no suprimento de água, inclusive para o consumo humano, o consumo das famílias.

Então, essa presença do presidente Lula nos canteiros tem um caráter simbólico que traduz o compromisso que o presidente tem com a conclusão dessa obra.

É uma obra de grande alcance social e que tem, em Pernambuco, um grande impacto, considerando que dois eixos do projeto servem a Pernambuco.

Então, é muito importante e revela, como eu disse, esse grande compromisso do presidente com a Região.

Qual a importância da Transposição neste momento?Armando Monteiro – Na realidade, deve-se destacar os empregos que estão sendo gerados por essa obra.

É uma grande obra de engenharia.

É um projeto de R$ 6 bilhões e que está gerando durante a sua execução milhares de empregos na região do semi-árido.

Então, são pernambucanos, baianos, paraibanos que estão tendo a oportunidade do emprego em função da obra.

Então, o impacto social dela se traduz, durante o período de execução, nos empregos gerados.

E, após a conclusão, no suprimento de água para o consumo das famílias e também para alguns perímetros irrigados, algumas atividades produtivas que serão viabilizadas a partir dessa obra.

fonte: Blog do Castanha