Armando Monteiro visita municípios para debater plano para o pós-seca

PTB Notícias 13/04/2013, 8:07


O senador Armando Monteiro (PTB-PE) defendeu nesta sexta-feira (12/04), em Sanharó e Arcoverde (PE), que se inicie imediatamente um planejamento de medidas para recuperar as economias que foram desestruturadas com a destruição de plantios e rebanhos.

Armando lembrou que os programas de renda mínima e assistência social executados pelos governos federal e estadual minimizam a calamidade social existente na região.

O senador ressaltou que é preciso assegurar as atividades econômicas após a seca, sobretudo para garantir empregos e renda para as famílias que residem no do Sertão e Agreste pernambucanos.

Em Arcoverde, Armando Monteiro visitou o projeto social desenvolvido pelo padre Airton, a Fundação Terra.

A situação dos pecuaristas e agricultores com os bancos é muito difícil.

Precisamos refinanciar e regularizar suas dívidas.

Isso já vem sendo discutido.

Mas precisamos, acima de tudo, recompor os rebanhos.

Não adianta deixar um quadro de terra arrasada.

As pessoas precisam ter suas atividades, seus empreendimentos recuperados porque senão serão obrigadas a ir embora, respondeu o senador ptbista para rádios locais.

O senador ptbista deve continuar a sua viagem nos municípios de Sanharó, Arcoverde, Ibimirim, Pedra, Sertânia e Custódia.

Em cada localidade, Armando Monteiro deve se reunir como os prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças políticas para discutirem sobre as ações que pode ser desenvolvidas no Congresso Nacional e nos órgãos federais.

O deputado estadual Júlio Cavalcanti (PTB) e do ex-prefeito de Arcoverde, Zeca Cavalcanti (PTB) participaram da visita junto com os prefeitos e ex-prefeitos de Poção, Tacaratu e Inajá.

Então, precisamos de uma linha de financiamento para recompor os rebanhos.

Precisamos retomar as atividades produtivas, mas cuidando para que tenhamos mais segurança hídrica e segurança alimentar para os animais, para que não voltemos a enfrentar este problema nas próximas secas, complementou Armando.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal Diário de Pernambuco