Armando: Qualificação permite crescimento sustentável de Pernambuco

PTB Notícias 17/06/2013, 17:43


“Precisamos ter a compreensão de que o ciclo de desenvolvimento de Pernambuco só será sustentável se investirmos fortemente no seu capital humano, que é a riqueza fundamental do estado.

” A frase foi dita pelo senador Armando Monteiro (PTB) durante a assinatura da ordem de serviço de início das obras de construção do Senai de Jaboatão, nesta segunda-feira (17/6/2013).

Ao lado do prefeito de Jaboatão, Elias Gomes (PSDB), do presidente da FIEPE, deputado Jorge Côrte Real (PTB), e do secretário de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo do Estado, Antônio Carlos Maranhão, Armando apontou como estratégico o investimento de uma unidade do Senai no município.

“Em boa hora, o Sistema S dá a sua contribuição para que este projeto maior de recuperação, de renascimento de Jaboatão, se materialize.

E ao convocar o Sistema S, nada melhor do que contar com o Senai, que é o maior complexo de educação profissional da América Latina”, afirmou.

Oito mil alunosO Senai Jaboatão atuará nas áreas de Infraestrutura, Meio Ambiente, Saúde e Segurança, desenvolvendo cursos técnicos, de qualificação e de aperfeiçoamento.

A unidade realizará, na sua capacidade plena, aproximadamente oito mil matrículas por ano.

A estrutura terá 28 salas de aula, 42 laboratórios e oficinas, além de auditório para 432 lugares, quadra poliesportiva, pátio para a prática de máquinas pesadas, entre outros.

Ao todo, será investido no projeto o valor de R$ 25 milhões.

Para 2013, o investimento previsto na parte inicial da obra é de aproximadamente R$ 4 milhões que serão usados na recuperação do telhado e recuperação estrutural de dois galpões da futura Escola Técnica.

Ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro ressaltou que a entidade, ainda sob sua gestão, lançou o programa Educação Para a Nova Indústria, que incluiu entre os investimentos a construção da unidade do Senai em Jaboatão.

“O Senai tem que oferecer em Pernambuco uma contribuição decisiva, para que o estado consolide este ciclo de crescimento e desenvolvimento do qual todos nos orgulhamos”, destacou.

Armando também defendeu a importância da conexão entre ensino médio e técnico-profissionalizante, o que pode garantir ao jovem, mesmo antes do acesso à universidade, a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho.

“Nós não temos sequer 10% dos alunos de nível médio no Brasil que estão hoje com habilitação em cursos técnicos ou em cursos de qualificação.

Em alguns países, este índice alcança 60%”, comparou.

Agência Trabalhista de Notícias (NM), com informações do site do senador Armando Monteiro (PTB-PE)Foto: Divulgação