Arnaldo Faria de Sá comemora aprovação de reajuste e fim do Fator

PTB Notícias 5/05/2010, 11:23


O deputado federal Arnaldo Faria de Sá, do PTB de São Paulo, em entrevista ao Portal do PTB, celebrou o resultado da votação desta terça-feira (04/5) no Plenário da Câmara, em que se aprovou o reajuste de 7,72% aos aposentados que ganham acima de um salário mínimo e o fim do Fator Previdenciário.

Para Arnaldo, a vitória obtida na Câmara deve ser creditada aos aposentados, que se mobilizaram e jamais deixaram de acreditar em um resultado positivo.

“Valeu toda a luta que tivemos, pois os aposentados merecem dignidade e respeito.

A vitória é dos aposentados, das associações e sindicatos que defendem a categoria e que se mantiveram mobilizadas.

Quero destacar o trabalho da COBAP, através do Warley e de toda a sua diretoria, que insistiu durante um longo tempo para fecharmos esse acordo que permitiu a aprovação tanto do reajuste como do fim do fator.

O Congresso está dando uma resposta à sociedade”, disse o deputado petebista.

De acordo com Arnaldo Faria de Sá, a aprovação das emendas no Senado deve ocorrer rapidamente, pois os líderes partidários já fecharam acordo tanto para a manutenção do reajuste como para manter o fim do Fator Previdenciário.

“O Senado vai cumprir o acordo e manter o reajuste e acabar de vez com o Fator Previdenciário.

Até porque o projeto que previa o fim do Fator Previdenciário já havia sido votado anteriormente pelos senadores.

A tramitação deve ser rápida e o resultado certamente será favorável”, afirmou Arnaldo.

Após a votação, pelos senadores, das emendas que prevêem o reajuste de 7,72% aos aposentados e o fim do Fator Previdenciário, e caso elas sejam aprovadas, a matéria seguirá para sanção presidencial.

Apesar das lideranças governistas afirmarem que o presidente da República vetará a Medida Provisória, o deputado Arnaldo Faria de Sá acredita que dificilmente Lula tomará esta decisão contra os aposentados.

“De 2000 até agora, o Fator Previdenciário economizou para o governo apenas um 1 bilhão de reais por ano.

Não é tanto dinheiro que não possa ser assegurado por outras rubricas.

Por isso acredito que o presidente Lula sancionará tanto o fim do Fator como o reajuste das aposentadorias.

Não acho que ele vá fazer este ato contra os aposentados justo em um ano eleitoral.

O presidente terá o bom senso de manter o reajuste e acabar de vez com este maldito Fator Previdenciário.

Milhares de aposentados estão de olho no Congresso e depois passarão a ficar de olho no Palácio do Planalto, aguardando essa decisão.

Milhares também estão em condições de se aposentar e apenas aguardam a decisão final sobre o fator.

Acredito que Lula não quer prejudicar essas pessoas”, finalizou Arnaldo.

O deputado Arnaldo Faria de Sá afirmou que o blog “Fim do Fator Previdenciário” foi fundamental para a aprovação da emenda que derrubou o fator previdenciário.

Agência Trabalhista de Notícias