Arnaldo Faria de Sá coordena debate o novo Código de Processo Civil

PTB Notícias 10/12/2011, 8:34


A Assembleia Legislativa de São Paulo e a Câmara dos Deputados promoveram nesta sexta-feira, 9/12, mais uma audiência da Comissão Especial do Código de Processo Civil, criada pela Câmara dos Deputados, com o objetivo de conhecer as propostas dos operadores do direito, magistrados e advogados do Estado sobre o Projeto de Lei 8046/2010, em tramitação em Brasília, que trata da reformulação do Código de Processo Civil.

Além de São Paulo, o PL já foi debatido em outros dez Estados.

Coordenada pelos deputados federais paulistas Arnaldo Faria de Sá (PTB) e Vicente Cândido, respectivamente relator parcial de Processo de Execução e membro da comissão; a audiência contou com as participações do também deputado federal Sérgio Barradas, relator-geral da comissão; do desembargador do Tribunal de Justiça Antonio Carlos Marcato; de Marcus Onodera, representando o presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, Henrique Nelson Calandra; e do desembargador Walter Piva Rodrigues, representando o presidente do TJ de São Paulo, José Roberto Bedran.

Os membros da comissão reconhecem que o projeto precisa ser aprimorado e enfatizaram a importância de São Paulo nesse processo.

De acordo com o deputado Faria de Sá, o Judiciário do Rio de Janeiro se destaca dos demais devido à sua autonomia.

Faria de Sá também frisou que o maior “cliente” do Judiciário é o Executivo, “o maior responsável pela situação morosa da Justiça brasileira”.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal da Assembleia Legislativa dse São Paulo