Arnaldo Faria de Sá: Previdência Social não é culpada por crise econômica

PTB Notícias 21/03/2016, 8:04


O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) voltou a repudiar a necessidade de realização de uma reforma da Previdência no País.

Uma comissão especial seria instalada na Câmara na quarta-feira (16/03/2016) para analisar o tema, mas não houve quórum para a abertura dos trabalhos.

A comissão foi criada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha, no final de fevereiro para tentar acelerar o processo de reforma.

O governo prometeu mandar uma proposta para o setor até meados de abril.

“Digo que, neste momento, nós precisamos fazer é uma reforma política geral, e não ficarmos preocupados com a questão da Previdência Social, até porque a arrecadação da Previdência é superavitária.

Quem fala isso sabe do que está falando e, portanto, desmente todas essas cassandras que estão dizendo por aí que a Previdência é a culpada da crise econômica”, declarou o deputado.

Arnaldo Faria de Sá afirmou que os parlamentares devem “rechaçar” essa reforma.

Segundo ele, a Câmara precisa dar seguimento ao que já foi feito, com a aprovação, no final do ano passado, da fórmula 85/95 – uma alternativa ao fator previdenciário, que vem reduzindo o valor das aposentadorias e pensões.

“Nós sabemos que o grande problema da crise econômica é a falta de competência política e a apetência ao poder.

Não se poder querer colocar a responsabilidade na questão da Previdência”, ressaltou.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos DeputadosFoto: Jotanic/Câmara dos Deputados