Arnaldo Faria de Sá protesta contra intenção do governo de não votar Fator

PTB Notícias 2/03/2010, 11:26


O deputado federal Arnaldo Faria de Sá, do PTB de São Paulo, protestou na Câmara contra a afirmação dos líderes do governo de que não irão pedir urgência para votação do projeto que extingue o Fator Previdenciário.

Faria de Sá diz que existe a perspectiva de votação por aqueles que já poderiam se aposentar por tempo de contribuição, mas que não querem porque o Fator Previdenciário aplica um redutor que “rouba da aposentadoria do trabalhador brasileiro cerca de 30 a 40%%.

Se for mulher, por causa da expectativa de vida, o prejuízo pode chegar a até 50%”.

Arnaldo Faria de Sá lembra que o projeto que extingue o Fator Previdenciário ficou parado quase um ano na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara, de onde só foi retirado por conta de sua intervenção junto ao presidente da Casa, deputado Michel Temer, que encaminhou o projeto para a Comissão de Constituição e Justiça, onde Arnaldo o relatou.

“Na CCJ o meu relatório sobre o projeto que extingue o Fator Previdenciário foi aprovado em menos de um mês por unanimidade, e já está pronto para entrar na pauta do Plenário.

Lamentavelmente temos essa informação da Liderança do Governo de que eles não querem colocar o projeto na lista dos mais urgentes para votação.

Isso deixa decepcionados todos aqueles que estavam esperando a votação da extinção do Fator Previdenciário para os próximos dias”, disse Arnaldo.

fonte: Informativo da Liderança do PTB na Câmara dos Deputados