Arnaldo Faria de Sá protesta contra Medida Provisória nº 377

PTB Notícias 10/09/2007, 9:34


O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), em discurso no plenário da Câmara, protestou contra a Medida Provisória nº 377, que cria a Secretaria de Planejamento de Longo Prazo da Presidência da República, cria cargos em comissão do Grupo-Direção e Assessoramento Superiores – DAS e Funções Gratificadas, e dá outras providências.

“A Medida Provisória nº 377 cria cargos e mais cargos de confiança, que vão permitir o dízimo partidário, vão permitir pagar a conta; porque a conta está muito grande.

Foi designado um estrangeiro como secretário para não falar mais que o Governo é corrupto.

Pior, essa secretaria tem 80 cargos: o do gringo e mais 79.

Mas aproveita e, de cambulhada, concede mais 626 DAS e 34 funções gratificadas”, afirmou o deputado petebista.

“Nós precisamos discutir com um pouco mais de serenidade, aprofundar um pouco mais.

O que está sendo votado aqui é algo escabroso.

O mesmo que disse que este Governo é o governo mais corrupto.

E agora? Ele também é um corrupto, ou deixou de ser ele e o Governo? Eu acho que a primeira hipótese é a mais natural.

É uma coisa sem precedentes”, indignou-se Arnaldo Faria de Sá.

“Na calada da noite, esta Casa acaba aceitando a aprovação de uma medida provisória que é uma vergonha para o Executivo.

Mas o pior é que ela é chancelada por esta Casa, que se rende às forças da SEALOPRA.

E não sei qual será o longo prazo.

É isso que me incomoda, é isso que me deixa assustado”, concluiu o deputado.

Agência Trabalhista de Notícias