Arnaldo pede que Câmara se interesse pelos aposentados e pensionistas

PTB Notícias 16/02/2009, 14:15


Em discurso no Plenário da Câmara dos Deputados, o Deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) comentou que o Orçamento previa um reajuste de 6,22% para os aposentados, mas que os mesmos queriam um reajuste de 12%, igual ao do salário mínimo.

“A indignação maior é que o Governo baixou um decreto dizendo que o aumento é de 5,92%, menos que aquilo que estava previsto no Orçamento, que era 6,22%.

Eles não queriam os 6,22%, queriam mais, e agora vem menos ainda: 5,92%”, protestou o Deputado do PTB.

“É um escárnio o que se faz com os aposentados e pensionistas neste País.

Acho que esta Casa tem de se levantar e de acordar para a realidade.

Não podemos continuar fazendo pouco caso dos aposentados e pensionistas, juntamente com o Executivo.

Esta Casa tem de dar um grito de alerta, um brado de independência porque isso não pode continuar acontecendo”, alertou Arnaldo Faria de Sá.

“Aliás, o Estatuto do Idoso, votado por esta Casa, determina que não pode haver discriminação e deve ser dado tratamento justo a todos os aposentados e pensionistas.

Lamentavelmente, esta Casa se curva aos interesses do Executivo e faz pouco caso de aposentados e pensionistas”, concluiu o Parlamentar petebista.

* Agência Trabalhista de Notícias