Arnon Bezerra diz que não existe fidelidade partidária de forma unilateral

PTB Notícias 2/04/2007, 12:15


O deputado federal Arnon Bezerra, do PTB do Ceará, afirmou nesta semana que a fidelidade partidária é importante para fortalecer os partidos, mas não da forma como está sendo interpretada.

A declaração se deve à recente decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a fidelidade partidária e que tem sido fonte de discussão e especulações.

De acordo com Arnon, não existe fidelidade de forma unilateral.

“Muitas vezes, não existe a fidelidade partidária do partido.

Às vezes, o candidato não tem a devida atenção do partido.

O partido que perde um de seus filiados para outro fala mal de quem sai.

Mas até há pouco tempo falava bem.

Se os partidos dessem a atenção merecida a seus filiados poderia reivindicar o posto para o qual o parlamentar foi eleito”, falou o petebista.

Arnon Bezerra observa ainda que o eleitor não vota somente na legenda, mencionando seu próprio caso, como exemplo.

“Quem votou em mim, votaria da mesma forma em qualquer partido em eu estivesse.

O partido não detém o total de votos do candidato´, diz.

Agência Trabalhista de Notícias ( com informações do Diário do Nordeste)