Arnon Bezerra elogia Campanha da CNBB: Fraternidade e Amazônia

PTB Notícias 28/05/2007, 9:08


O deputado Arnon Bezerra, do PTB do Ceará, em discurso no plenário da Câmara, congratulou a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) pela escolha do tema da Campanha da Fraternidade deste ano (“Fraternidade e Amazônia”).

Neste ano, a Campanha da Fraternidade nos impõe uma necessária e premente discussão sobre a Amazônia.

Sobretudo hoje quando o mundo se depara com os riscos ambientais provocados pelo aquecimento global, quando os desastres climáticos desencadeados em todo o mundo e as previsões sombrias dos especialistas retira do campo especulativo e transpõe para a realidade todos os riscos que ameaçam o nosso planeta.

O que antes parecia radicalismos de xiitas ambientais é hoje uma constatação científica: em curto prazo o nosso planeta poderá se tornar inabitável.

Mesmo que medidas drásticas sejam imediatamente adotadas, nem assim os reflexos dos danos que causamos serão plenamente mitigados”, afirmou Arnon Bezerra.

O deputado petebista ressaltou que, neste contexto, a discussão proposta pela CNBB é extremamente oportuna, já que a Região Amazônica se compõe de um dos mais importantes biomas de nosso planeta.

“O mundo tem consciência disso, mas nós brasileiros ainda não fomos capazes de tratar a Amazônia como a maior de nossas riquezas.

Nossa negligência com a Região Amazônica não se resume aos recursos naturais que são sorrateiramente dilapidados, mas ignoramos também as condições degradantes e desumanas em que vivem boa parte da sua população.

E é neste ponto que a Campanha da Fraternidade desde ano pretende focar a sua atuação”, explicou ele.

“A Amazônia é hoje uma das maiores esperanças de reversão do quadro ambiental caótico em que nos encontramos.

Apesar do Brasil não figurar entre os piores vilões poluidores títulos esses obtidos pelos países mais desenvolvidos é indubitável que temos uma boa parcela de culpa neste processo, pois assistimos impassíveis a degradação do nosso maior patrimônio.

Reitero, portanto, minhas congratulações a todos àqueles que estão direta ou indiretamente envolvidos com a Campanha da Fraternidade deste ano”.

Agência Trabalhista de Notícias