Audiência proposta por Dr. Furlan discutirá criação do Instituto Rural da Universidade Federal do Amapá

Agência Trabalhista de Notícias 9/02/2017, 7:30


Imagem Crédito: Divulgação

O deputado Dr. Furlan (PTB-AP) realiza amanhã, 10, Audiência Pública que vai discutir a criação do Instituto Rural da Universidade Federal do Amapá (Unifap), abrangendo os cursos de Agronomia, Zootecnia e Medicina Veterinária. O evento vai acontecer no plenário da Assembleia Legislativa do Amapá.

A audiência tem como objetivo buscar parcerias políticas e com entidades ligadas ao setor rural para pôr em prática o projeto de instauração da área rural da Unifap, além de mostrar para a população o planejamento estratégico que a Unifap está fazendo em consonância com o desenvolvimento do estado.

“Nossa proposta é realizar a discussão sobre o tema para que possamos futuramente garantir a formação de profissionais dessas três áreas no estado com o objetivo de desenvolvermos mais o setor agropecuário no Amapá. Por isso, vamos reunir todas as entidades ligadas ao setor para discutirmos e, quem sabe, firmarmos parcerias para a criação do Instituto Rural da Unifap”, afirmou Dr. Furlan.

Para participar do evento, foram convidadas as autoridades da Unifap, Diagro, Rurap, Ibama, Conselho de Medicina Veterinária, dentre outros.

Atualmente, o estado não possui os cursos de Zootecnia e Medicina Veterinária. De acordo com a reitora da Unifap, Eliane Superti, a falta desses cursos no Amapá traz um grau grande de complicação para quem tem a intenção de desenvolver a agropecuária no estado. “Se não temos zootecnistas, temos dificuldades de encontrar esse profissional e dificuldades inerentes ao controle da qualidade da produção da carne no estado, tanto do búfalo quanto do gado. Porque o controle da febre aftosa e de outras doenças vinculadas à produção agropecuária precisam de profissionais no estado”, afirmou.

Sobre o curso de Medicina Veterinária, a reitora destaca que se o Amapá conserguir promover a expansão da produção de búfalos ou gado, ele vai precisar ter esse profissional para garantir a qualidade desse rebanho, além de atuar com os animais de pequeno porte. “O desenvolvimento dessa área no Amapá através do Ensino, Pesquisa e Extensão, é garantir que ele nasça vinculado ao contexto do desenvolvimento econômico no estado”, declarou Superti.

Com informações da assessoria do deputado Dr. Furlan (PTB-AP)