Augusto César critica redução de fábricas de placas veiculares em Pernambuco

PTB Notícias 24/08/2017, 7:31


Imagem Crédito: Roberto Soares/Alepe

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1503611929703{margin-bottom: 0px !important;}”]As mudanças na regulamentação das fábricas e lojas que fornecem placas de identificação veicular foram criticadas pelo deputado estadual Augusto César (PTB-PE) na quarta-feira (23). Segundo o parlamentar, as alterações, feitas por meio da Portaria nº 1604/2017, do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), reduzirão a quantidade desses estabelecimentos, de aproximadamente 150 para apenas nove.

“As novas regras farão com que as lojas não possam mais fabricar as placas. Os atuais fabricantes não poderão usar suas máquinas, e centenas de empregados serão demitidos”, declarou. De acordo com Augusto César, a novidade também trará consequências para os motoristas, que precisarão se deslocar de suas cidades para emplacar os carros. “O meu município, Serra Talhada, vai perder sua loja de placas. Os proprietários de veículos se arriscarão nas péssimas e violentas estradas do Estado e ainda vão ter um serviço mais caro e demorado”, criticou.

O parlamentar propôs que seja dado prazo de um ano para que as fábricas e lojas possam adquirir os equipamentos necessários para se adaptar à nova regulamentação. “O que não pode é o Detran mudar as regras logo após renovar a licença desses locais. Eles pagaram todas as taxas e agora, com a portaria, perderam, na prática, as condições de trabalhar”, considerou.

Com informações da Assembleia Legislativa de Pernambuco[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]