Auricchio diz que Consórcio focará Saúde, Transporte e Saneamento

PTB Notícias 22/01/2009, 10:23


No que depender do futuro presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, a plataforma da entidade regional em 2009 terá três eixos de atuação: integração do transporte urbano, combate às enchentes e Saúde.

Esses são os temas que o prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior (PTB/SP), cujo nome foi colocado em consenso entre os chefes do Executivo para dirigir a instituição, irá propor no início das plenárias dos comandantes municipais, a partir do próximo dia 2.

Auricchio esteve reunido ontem com os prefeitos de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), e de Diadema, Mário Reali (PT), ocasião em que debateu a eleição do Consórcio – teve o apoio de ambos – e a pauta de questões regionais.

O petebista de São Caetano evitou, entretanto, comentar as propostas como presidente da entidade.

Falou apenas como um dos integrantes do colegiado de prefeitos que irá “colaborar” para a agenda a ser desenvolvida neste ano.

No tocante ao transporte, a ideia disseminada por Auricchio é a integração.

Um dos principais projetos é a construção de uma espécie de fura-fila de menor proporção que correria sobre o Ribeirão dos Meninos, com início em São Caetano pela Avenida Guido Aliberti até a tríplice divisa entre a cidade, Santo André e São Bernardo, nas proximidades da Avenida Lauro Gomes.

“Trata-se de um trecho de quatro quilômetros, sem a necessidade de desapropriação.

O primeiro passo para concretizar o projeto é a realização de um estudo técnico e de impacto financeiro, o qual o Consórcio poderia capitanear.

“A linha de VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) sugerida pelo petebista aproximaria os passageiros da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e dos corredores de trólebus da EMTU que fazem os percursos Diadema-Brooklin e São Bernardo-São Mateus.

Na área antienchentes, a sugestão propagada por Auricchio é continuar com o investimento “avançado” dos últimos anos por parte das prefeituras e do governo do Estado para construção de novos reservatórios e manutenção dos já existentes.

No setor de Saúde, a estadualização do Hospital Doutor Radamés Nardini, em Mauá, também deve entrar na pauta de discussão do Consórcio.

Para Auricchio, há necessidade de preencher uma lacuna de atendimento estadual nas cidades de Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

“Seja para o Estado passar a dirigir o Nardini, seja para construção de um outro, há de se resolver a situação naquela região.

“Uma outra vertente que poderá ser explorada em 2009 é o saneamento básico.

Após conversa com Mário Reali ontem, o prefeito de São Caetano achou “interessante” estudar a possibilidade de ser criada uma agência regional reguladora.

Fonte: Diário do Grande ABC