Bancada do PTB no Rio Grande do Sul integra Comissão Especial da UERGS

PTB Notícias 24/11/2011, 16:31


A bancada do PTB participa da recém-criada Comissão Especial para Acompanhar a Situação e os Rumos da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS), com os deputados Cassiá Carpes, como titular, e Aloísio Classmann, na suplência.

Na manhã desta quinta-feira, 24/11/2011, Cassiá prestigiou a instalação do órgão técnico, realizada no Salão Júlio de Castilhos.

Proposta e presidida pelo deputado Catarina Paladini (PSB), a Comissão atuará por 120 dias e quer levantar a real situação da Universidade, que possui campus em sete regiões do Estado.

“Pretendemos percorrer as 24 unidades da UERGS e discutir seus problemas.

A Universidade sofre com a defasagem de pessoal e possui um orçamento que não chega a R$ 30 milhões”, comentou o socialista.

Representando o governador Tarso Genro na cerimônia, o secretário de Infraestrutura e Logística, Beto Albuquerque, destacou a importância do debate que será iniciado.

“Criamos a nossa Universidade nos anos 2000 e não podemos fazer com que ela perca espaço e deixe de interagir com o Interior.

Por isso, recuperar a autoestima e a capacidade de produtividade da Uergs é fundamental.

Nosso governo quer reerguer a Uergs e a Assembleia nos dará o caminho para isso”, afirmou.

O reitor da UERGS, Fernando Guaragna, agradeceu a iniciativa do Parlamento, em nome dos alunos e servidores.

“Essa iniciativa da Casa, com apoio do governo, mostra mais uma vez o compromisso da Assembleia com a Universidade”, disse.

Ao encerrar a solenidade, o presidente do Legislativo, deputado Adão Villaverde (PT), enfatizou que a Casa não faltará com o compromisso de valorizar a UERGS.

“A iniciativa de criar essa Comissão se insere no contexto do que essa Casa tem expressado já há algum tempo.

Damos mais uma demonstração do nosso compromisso com a educação, a pesquisa, a ciência, a tecnologia, o preparo e a qualificação, para que o Estado, de fato, dê o salto necessário ao seu desenvolvimento”, completou.

Ivana Souza – Agência Trabalhista de Notícias, com informações da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul