Belém celebra 393 anos de fundação e Prefeitura promove comemorações

PTB Notícias 12/01/2009, 8:34


A cidade de Belém, capital do Estado do Pará, completa 393 anos nesta segunda-feira, 12/1, com a expectativa de novos e prósperos tempos.

No dia do seu aniversário, a capital paraense receberá de presente cinco mil novas mudas de mangueira, árvore-símbolo da cidade.

A programação, organizada pela Prefeitura de Belém, conta com espetáculos culturais, homenagens e, como não podia deixar de ser, com o tradicional ‘parabéns à você’, dessa vez celebrado em um de seus principais cartões-postais: a Praça da República.

A programação começa às 8h, com missa na igreja da Trindade celebrada pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Orani João Tempesta.

Haverá, ainda, queima de fogos no mais importante cartão-postal da capital, a Feira do Ver-o-Peso, e uma lavagem especial feita pela equipe de limpeza da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan).

O complexo de feiras e mercados vai receber um banho de cheiro do Pará, para celebrar a data.

Na seqüência, o prefeito Duciomar Costa e o vice, Anivaldo Vale, seguem para a Praça da República, para o plantio da 393ª muda de mangueira feito ao longo da semana do aniversário da cidade pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

A ação faz parte do plano de arborização da cidade, implementado pela Semma, que já entregou ao município mais de 50 espaços e canteiros com plantas, árvores frutíferas e flores, além de duas mil novas mangueiras.

A praça também foi o cenário escolhido para a tradicional homenagem do Sindicato dos Panificadores, que vai presentear Belém com um bolo gigante.

Na ocasião, o prefeito Duciomar Costa anunciará a entrega de um pacote de obras.

Haverá ainda a apresentação do Coral da Semad e de alunos do projeto “Anjos da Guarda”, da Guarda Municipal de Belém (Gbel).

Dentro da programação haverá ainda a entrega de títulos de posse de terra para os moradores do bairro de Fátima e plantio de mangueiras nos conjuntos Orlando Lobato e Tapajós, avenidas Antônio Verdosa, Julio César, Magalhães Barata, João Paulo II, Rua Nova, entorno do Mangueirão e rodovia Transmangueirão.

Ao longo todo o dia serão realizados diversos eventos.

O ponto alto da programação é a cerimônia de entrega da mais alta honraria do município, a Medalha Francisco Caldeira Castelo Branco, instituída em 1978 pelo prefeito Ajax de Oliveira, com o propósito de homenagear todos aqueles que tiveram um destaque em suas áreas de atuação e ajudaram, de alguma forma, a promover o desenvolvimento da cidade.

A solenidade acontecerá no Cine Olympia, às 19 horas.

Nesta edição, a medalha contemplará 25 agraciados, entre os quais, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), escolhido em razão da liberação do maior financiamento direto obtido pelo município em toda a sua história para as obras de macrodrenagem da Bacia da Estrada Nova, que vai reurbanizar 10 importantes bairros da cidade, como Jurunas, Cidade Velha, Guamá, Terra Firme, Batista Campos, Nazaré e outros.

Três parteiras que atuam na Sala Parto da ilha de Cotijuba também estão na lista de agraciados com a comenda.

São mulheres que com a experiência e a orientação de médicos exercem o nobre papel de trazer ao mundo as crianças das ilhas de Belém e até mesmo do Marajó.

O roteiro inclui ainda apresentação do auto de Belém do Grão Pará, que ganhará as ruas da Cidade Velha, partindo do Forte do Castelo, seguirá pela ladeira do Castelo, passando pelo Complexo Feliz Lusitânia, Praça Dom Pedro II, encerrando em frente ao Palácio Antônio Lemos.

A quase quatrocentona Belém tem muito que comemorar.

Hoje, a cidade das mangueiras se volta novamente para a baía com o Portal da Amazônia, composto por dois grandes projetos: a macrodrenagem da Estrada Nova e a Orla de Belém.

Com a finalização de todas as etapas do projeto, Belém ganhará uma orla com mais de seis quilômetros de extensão, fundamental para o desenvolvimento do turismo na cidade e para a geração de emprego e renda.

Na educação, a Prefeitura de Belém promoveu uma verdadeira revolução.

Todos os 54 estabelecimentos da rede municipal de ensino passaram por reforma e hoje contam com laboratórios de informática.

O acesso à cultura foi estimulado com a ampliação do acervo das salas de leitura e abertura das bibliotecas à comunidade.

Seiscentas novas vagas foram abertas com a construção de duas escolas localizadas no Ariri Bolonha e Paracuri I.

Na saúde, desde 2005, os hospitais e unidades municipais de saúde da capital vêm sendo reestruturados e equipados para atender a população com mais conforto e qualidade.

De lá para cá, já foram reformadas as UMS do Jurunas, Telégrafo, Tavares Bastos, Marambaia, Icoaraci, Vila da Barca, Cabanagem, Cotijuba, Tapanã e Outeiro.

A população ganhou, ainda, este ano, o Centro de Especialidades Médico-Odontológica (Cemo), que oferece atendimento odontológico de emergência 24 horas, além de consultas em cardiologia e oftalmologia.

No Cemo o paciente em acesso a tratamento periodontal, pequenas cirurgias bucais, próteses dentárias, ortodontia, odontopediatria e “Bebê Clínica”.

O Programa Saúde da Família (PSF) foi ampliado e em 2006 recebeu o conceito “A” do Ministério da Saúde pela qualidade do serviço prestado.

Na área de saneamento, Belém comemora a maior intervenção na pavimentação asfáltica da história da cidade.

Já são 1.

300 ruas completamente asfaltadas e drenadas, beneficiando 45 bairros da capital.

Foram executadas, também, obras em 26 conjuntos habitacionais.

As intervenções em saneamento básico conferiram à Duciomar Costa o título de melhor prefeito da Região Norte, eleito a partir de pesquisa de opinião pública que ouviu 16 mil pessoas em todo o país, no primeiro semestre de 2007, sobre o desempenho das prefeituras municipais.

No setor de urbanismo, a PMB atua na revitalização e adequação de novas vias e projetos vão conferir à Belém infra-estrutura adequada a uma metrópole e malha viária renovada que possibilitará maior rapidez e novas opções de deslocamentos na capital, bem como a integração com os municípios que compõem a Região Metropolitana de Belém (RMB).

Para melhorar o trânsito, a Prefeitura de Belém, por meio da Companhia de Trânsito do Município (CTBel), investiu na modernização e ordenamento do trânsito na capital com a instalação de equipamentos como os salvas-vidas do trânsito”, adotados para garantir a segurança de motoristas, ciclistas e pedestres.

Com isso, reduziu-se expressivamente o número de acidentes.

Conheça a Metrópole da AmazôniaFundada em 12 de janeiro de 1616 pelo Capitão-Mor Francisco Caldeira Castelo Branco, Belém viveu seu apogeu durante o ciclo da borracha, com a chegada de imigrantes nordestinos.

No ato de fundação da cidade foi erguido um forte de madeira, coberto de palha, denominado Forte do Presépio, onde hoje encontra-se o Forte do Castelo.

Belém é rica em história, cultura e paisagens naturais, que podem ser contempladas na sua forma mais exuberante em um breve passeio pela região das ilhas que circundam a capital, verdadeiros paraísos ecológicos ao alcance de todos.

As cores, cheiros e sabores dessa austera e charmosa quatrocentona podem ser vistos e sentidos em cada esquina, nas especialidades da culinária mais típica do Brasil, fruto da colonização portuguesa e das heranças índia e africana.

Miscigenação cultural e racial que também se faz presente no artesanato e no folclore, riquíssimos.

De um lado, uma cidade moderna, que consolida a cada dia o título de metrópole amazônica, e do outro a arquitetura secular de origem predominantemente portuguesa, com um toque do neoclássico francês.

Andar por Belém é uma verdadeira aula de história.

Na Cidade Velha, por exemplo, o visitante pode apreciar a beleza dos velhos casarões.

Pelas praças e parques botânicos, a história se mistura com a beleza dos projetos paisagísticos, iniciados à época colonização da cidade.

Segundo o IBGE, Belém tem cerca de 1,4 milhão de habitantes.

É a maior metrópole do mundo situada na Linha do Equador e a cidade com o maior índice de desenvolvimento humano (IDH) entre as capitais da Região Norte.

Atualmente é uma das 12 metrópoles mais influentes do Brasil.

Santa Maria de Belém do Grão Pará, ou simplesmente Belém, é uma cidade de gente hospitaleira e beleza única, considerada o portal de entrada da Amazônia.

Ocupa uma área de 51.

600 ha, onde mais da metade representam ilhas.

A capital do Estado possui clima quente e úmido, com temperatura média de 26º C e umidade de 80% a 90% normalmente.

A cidade também guarda algumas curiosidades:- Foi a 1ª capital do Brasil a fornecer energia elétrica à sua população- Foi a primeira capital da Amazônia- A Primeira Assembléia de Deus no Brasil foi fundada em Belém- Está entre as 10 cidades mais movimentadas e atraentes do Brasil- Tem o 5º metro quadrado mais caro do país- A Região Metropolitana de Belém é a 179ª maior área metropolitana do mundo, a maior da Região Norte e uma das cinco maiores regiões metropolitanas brasileiras- O Ver-o-Peso é a maior feira livre da América Latina, é também o símbolo de Belém e sua maior atração turísticaAniversário de Belém terá bolo de 15 metrosHá quase dez anos o Sindicato de Panificação e Confeitaria do Pará e a empresa Rosa Branca têm sido parceiros da Prefeitura de Belém nas comemorações pelo aniversário da cidade, com a doação do tradicional bolo gigante.

Foi a forma encontrada para agradecer à população belenense, que consome diariamente os produtos fabricados nas padarias de Belém, e também de exercer a responsabilidade social.

Este ano, a festa pelos 393 anos da cidade será na Praça da República, onde uma grande estrutura será montada para receber o bolo que medirá 15 metros de comprimento.

A quantidade de produtos utilizados na produção também surpreende.

São dezenas de quilos de trigo, quase dois mil ovos, aproximadamente cem quilos de açúcar, vários litros de leite e, sobretudo, o amor devotado à aniversariante.

Espera-se que a exemplo dos outros anos, milhares de pessoas prestigiem as comemorações.

O preparo do bolo que será servido este ano está a cargo da Panificadora Versailles.

Dois grandes eventos mobilizam o Sindicato todos os anos.

Além do aniversário de Belém, a entidade também celebra o Dia Mundial do Pão, comemorado em 16 de outubro.

No ano passado, quase quinze mil pães foram doados à população em um evento realizado na Praça da República.

Mas o aniversário da cidade recebe atenção especial.

A doação do bolo que marca mais um ano da Metrópole da Amazônia, já se tornou uma tradição e faz parte da programação oficial do município.

Vários pontos turísticos também foram palco dessa comemoração, como o Ver-o-Peso, Praça Princesa Isabel e Complexo Ver-o-Rio, entre outros.

Houve ano em que o bolo atingiu o tamanho recorde de 100 metros.

Entre os sabores e recheios que já foram usados na fabricação dessa guloseima destacam-se principalmente os sabores regionais, como o bacuri, o cupuaçu e o doce de leite com Castanha-do-Pará.

fonte: site da Prefeitura de Belém (PA)