Bengtson elogia Butantan e mobilização do governo contra Aedes aegypti

Agência Trabalhista de Notícias 26/02/2016, 9:55


O deputado Josué Bengtson (PTB-PA) elogiou a mobilização e o esforço feitos pelo governo federal no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus zika, da dengue e da chikungunya.

O parlamentar também destacou pesquisas de vacinas contra o zika que estão sendo desenvolvidas pelo Instituto Butantan, em São Paulo.

A primeira delas consistiria em transformar a vacina tetravalente contra a dengue (tetravalente porque combate os quatro tipos de vírus da dengue) em uma vacina pentavalente, incluindo o vírus Zika.

A segunda seria uma vacina específica ou isolada contra a doença.

“O Instituto Butantan coloca o Brasil em evidência.

Hoje, já há um grande contingente de pessoas tomando a vacina como experimento, com resultados positivos, e dentro de mais dois anos, a vacina estará disponibilizada.

O Brasil será o primeiro país do mundo a ter a vacina contra o zika e essas outras doenças transmitidas pelo mesmo mosquito”, ressaltou Bengtson.

A fase 3 de testes clínicos da vacina contra dengue desenvolvida pelo Butantan já teve início.

É a última etapa antes que a ela possa ser submetida à avaliação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para registro.

Essa fase prevê a vacinação de 1,2 mil voluntários pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

A instituição é uma das 14 credenciadas para a realização dos testes clínicos no país.

Ao todo, 17 mil voluntários de todo o Brasil devem receber a imunização.

“O que a gente volta a lamentar é que não precisava ter chegado a este ponto de proliferação dessas doenças.

Os governos anteriores falharam, deixaram a coisa correr solta.

A gente não pode brincar com epidemia, não pode brincar com vírus”, afirmou o deputado.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos Deputados Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados