Benito Gama comemora retomada na produção de minério no RN

PTB Notícias 24/09/2011, 8:49


O primeiro navio a levar minério de ferro do Rio Grande do Norte para o exterior, via Porto de Natal, deverá zarpar até a próxima segunda-feira, 26/09, de acordo com projeções do presidente da Companhia Docas do RN (Codern), que administra o porto, Emerson Fernandes.

A operação, que prevê o embarque de 30 mil toneladas do mineral, teve início oficialmente ontem.

O destino da carga é a China.

O embarque do minério pelo porto natalense começou ontem, mas deverá ser interrompido hoje para ajustes nos equipamentosNo caso da Susa, a operação de embarque do minério pelo terminal natalense começou ontem, mas, segundo o presidente da Codern, Emerson Fernandes, deverá ser interrompida para ajustes nos equipamentos neste sábado.

“A saída deverá ficar para segunda-feira”, estimou, em entrevista à TRIBUNA DO NORTE.

A expectativa, de acordo com ele, é em até 45 dias receber mais um navio para exportação do minério.

A primeira leva do produto será transportada pelo navio de bandeira chinesa “Shao Shan 1”.

O embarque de 30 mil toneladas de minério de ferro foi acompanhado pela governadora Rosalba Ciarlini.

Acompanhada do vice-governador Robinson Faria, do secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), Benito Gama (PTB), e do próprio Fernandes, ela falou sobre o potencial existente no Rio Grande do Norte para a expansão do Porto.

“Este primeiro embarque é emblemático porque mostra a disposição do Governo em ampliar e modernizar o Porto de Natal”, declarou a governadora.

Para o secretário da Sedec, Benito Gama, a retomada na produção de minério no estado já é uma realidade e o Porto de Natal facilita o escoamento do produto.

“O Rio Grande do Norte tem que se tornar ainda mais competitivo e o fortalecimento do Porto é um ponto importante”, observou.

Benito Gama revelou, ainda, que o governo do estado tem planos para recriar a Companhia de Desenvolvimento Mineral do Rio Grande do Norte (CDM) ou criar um órgão voltado para o setor mineral.

“A ideia é um centro de pesquisa no Rio Grande do Norte e que também possa ser parceiro dos empresários”, declarou, citando que o Rio Grande do Norte tem todo potencial para se tornar um grande exportador, pois também é rico em granito e mármore.

Extraído pela empresa Susa Minerações, instalada no município de Cruzeta, o minério veio em carretas para Natal e ficou estocado no pátio do porto.

A expectativa da empresa é enviar aproximadamente 120 mil toneladas, em refino e à granel, somente este ano, para a China.

O plano de exportações que prevê para 2011 três carregamentos com 40 mil toneladas cada, para 2012 indica que haverá seis carregamentos com cerca de 65 mil toneladas cada.

Até atingir, a partir de 2013, 1 milhão de toneladas ao ano, com saídas mensais.

“Tudo isto está condicionado ao projeto de dragagem e ampliação do Porto de Natal”, disse o diretor operacional da Susa Mineração, José Fonseca Rabelo de Oliveira, em entrevista concedida á TRIBUNA DO NORTE no final de agosto.

O Porto de Natal foi escolhido para escoar o produto, de acordo com a Susa, porque deverá possibilitar economia nos custos de operação e transporte.

Outra mineradora em operação no estado, a Mhag, usava o Porto de Suape, em Pernambuco, para escoar sua produção para o exterior porque o porto de Natal não recebe navios com a capacidade de que necessitava para o transporte da carga.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Portal Tribuna do Norte