‘Bolsa Família vai à comunidade’ ganha nova edição em Santa Cruz do Sul

PTB Notícias 13/05/2010, 8:12


Projeto pioneiro na região, o programa ‘Bolsa vai à comunidade’, lançado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Sanat Cruz do Sul, chega à sua segunda edição hoje, 13/05.

Moradores dos bairros Aliança, Ohland, São João e Costa Sul podem fazer cadastramentos, recadastramentos e atualizações sobre o Bolsa Família, além da confecção gratuita de documentos e outros benefícios.

As datas disponibilizadas para atender à população de Santa Cruz foram marcadas nas segundas ou sextas-feiras, até o mês de junho.

Para a prefeita Kelly Moraes (PTB), o projeto possibilita uma oportunidade de estreitar os laços da administração com os moradores.

“Isso aproxima a comunidade da Prefeitura, pois ao estarmos inseridos nessas regiões, captamos ainda melhor os anseios de todos.

” O governo federal, criador do Bolsa Família, autorizou a instalação do programa em um notebook para que o atendimento pudesse ser realizado nos bairros.

A programação é sempre divulgada antecipadamente em locais de maior movimento, como postos de saúde e escolas.

De acordo com a secretária Núbia Bruch, o serviço é uma maneira de facilitar o acesso ao programa.

“Com a proximidade do inverno e visando o bem-estar queríamos dar comodidade às pessoas idosas e mães com crianças.

” Dentre os documentos necessários estão a carteira de identidade, CPF, comprovante de residência, além de matrícula e atestado de frequência, no caso dos filhos, assim como a carteira de vacinação.

Nos locais é possível providenciar também a declaração de baixa renda, que permite taxas especiais de água e luz.

“Esse projeto é interessante porque se falta algum documento e a pessoa está perto de casa, ela pode pegar e voltar”, observa.

Nas terças, quartas e quintas-feiras, os serviços do Bolsa Família funcionam normalmente na Secretaria de Desenvolvimento Social, na Rua Carlos Trein Filho, 824, no Centro da cidade.

O funcionamento é das 7h45 às 11h45 e das 13h30 às 17h30, mesmo horário do atendimento nos bairros.

Na primeira edição, promovida na sexta-feira passada, 90 atendimentos foram feitos no Centro Ocupacional do Bom Jesus.

Desses, 12 resultaram em cadastros novos no programa.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações da Gazeta do Sul