Brasil precisa reduzir juros e equilibrar o câmbio, diz Armando Monteiro

PTB Notícias 31/03/2007, 9:05


O Brasil precisa reduzir os juros e buscar o equilíbrio do câmbio para estimular o crescimento das empresas, principalmente das exportadoras, afirmou nesta semana o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o deputado Armando Monteiro Neto, do PTB de Pernambuco, depois da cerimônia de transmissão do cargo de ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, no Palácio do Planalto.

“A taxa de câmbio atual penaliza o setor exportador.

Mais do que isso, torna as importações muito baratas, afetando parte da produção nacional”, disse Monteiro Neto.

O deputado Armando Monteiro, presidente do Diretório Estadual do PTB em Pernambuco, destacou a importância das palavras do novo ministro, Miguel Jorge, de que uma das prioridades da pasta será a desoneração dos investimentos.

“Considero importantes duas questões colocadas pelo ministro.

Primeiro, o compromisso de manter e avançar na agenda da desoneração e, segundo, olhar o mercado interno.

” Monteiro Neto elogiou o empresário Luiz Fernando Furlan, que deixou o ministério por questões pessoais.

“Devemos destacar que o ministro Furlan fez um excelente trabalho”, disse.

Mas, na avaliação do presidente da CNI, a troca de ministros não significa uma mudança de orientação.

“Até porque ambos estão integrados ao mesmo governo e comprometidos com as mesmas linhas programáticas”, afirmou.

O presidente da CNI reafirmou que Miguel Jorge tem larga experiência no setor privado, conhecimento do setor público e capacidade de articulação.

“Trata-se de uma pessoa que demonstrou competência nas funções que já desempenhou e conhecimento da agenda econômica do país.

“fonte: Agência CNI de Notícias