Braulio Braz expõe ações no Fórum para o Desenvolvimento de Minas Gerais

PTB Notícias 27/02/2011, 7:52


O secretário de Esportes e da Juventude do governo de Minas Gerais, o petebista Braulio Braz, expôs na última quinta-feira (24/02/2011), aos participantes do Fórum Democrático para o Desenvolvimento de Minas Gerais, evento realizado pela Assembléia Legislativa, as ações da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (SEEJ) nas suas duas áreas de atuação.

Na ocasião, o secretário lembrou que a SEEJ executa programas com recursos próprios e em parcerias firmadas com a União, municípios ou entidades em praticamente todos os 853 municípios mineiros.

“Em aproximadamente 500 municípios, a Secretaria mantém programas de ação esportiva continuada para crianças e adolescentes, em sua maioria inseridos no Programa Estruturador Minas Olímpica”, destacou Braulio Braz, lembrando que o Minas Olímpica atende a crianças e adolescentes de todo Estado com ações voltadas para a busca de talentos esportivos, por intermédio do Minas Olímpica Oficina de Esportes; amplia o acesso de estudantes a práticas desportivas e culturais, através do Minas Olímpica Nova Geração; estimula a prática do esporte nas escolas, por meio do Minas Olímpica Jogos Escolares de Minas Gerais; e apóia o esporte amador, através do Minas Olímpica Jogos do Interior de Minas.

“O Minas Olímpica também estimula a prática esportiva da população, por meio do Minas Olímpica Saúde na Praça, e o Aprimoramento do Esporte Escolar nas Escolas de Tempo Integral, através de programa desenvolvido em parceria com a (http://www.

educacao.

mg.

gov.

br/” target=”_blank) Secretaria de Estado de Educação”, explicou o secretário.

Ele lembrou ainda que o Nova Geração atendeu, em 2010, 22 mil crianças e adolescentes de 200 municípios e que o Segundo Tempo atendeu a outras 40 mil crianças de 192 municípios com atividades esportivas e pedagógicas e complementação nutricional.

Braulio Braz destacou ainda que, em 2010, o Oficina de Esportes beneficiou 2.

100 atletas de 7 a 16 anos com aptidão para o desporto, em 30 oficinas de 26 municípios, sendo uma delas uma unidade paraolímpica.

“JEMG 2010 bateu o recorde de inscrições, com 184 mil alunos-atletas de 4.

700 escolas inscritos, representando 667 municípios, o equivalente a 78% das cidades mineiras; e o JIMI recebeu, no ano passado, a participação de 12.

622 atletas, de 189 municípios”, completou o secretário, destacando que o Saúde na Praça, até o final de 2010, havia construído ou adequado praças para a prática esportiva e de lazer em 31 municípios.

“Outros 54 municípios receberam recursos para aquisição dos equipamentos e a qualificação de profissionais para o desenvolvimento da metodologia do programa, que é executado em parceria com a Secretaria de Estado de Educação”, completou Braulio Braz, frisando que a SEEJ também já qualificou 2.

594 professores de educação física para atuarem nas Escolas de Tempo Integral, no atendimento a 120 mil alunos.

“O Governo de Minas também construiu ou reformou cerca de 1.

500 equipamentos esportivos de 2003 a 2010, por meio da execução direta ou de convênios com municípios e entidades, dotou de quadras cobertas 191 municípios que não possuíam tal equipamento esportivo e participa da construção um Centro de Treinamento Esportivo, em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais”, informou o secretário aos participantes do Fórum Democrático para o Desenvolvimento de Minas Gerais.

JuventudeBraulio Braz que a SEEJ, através da Coordenadoria Especial da Juventude e em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, desenvolve o projeto “Vocação”, que já capacitou mais de 113 mil jovens de 14 a 24 anos de área rural em atividades que possibilitaram a inserção no mercado de trabalho regional.

“Há ainda o projeto “A Terceira Margem do Rio”, que capacitou 979 jovens dos municípios da bacia do Alto Rio das Velhas na utilização racional dos recursos naturais; o projeto “Pode Crê!”, que desenvolve ações voltadas à educação sexual de 380 jovens moradores de áreas carentes de Belo Horizonte; e o “Diálogos da Juventude”, que estimula a maior participação do jovem na melhoria da qualidade de vida de sua comunidade, através dos oito objetivos do milênio, das Nações Unidas”, explicou o secretário.

Ele destacou também “o projeto “Chefs do Amanhã”, que incentiva o interesse e a participação do jovem em uma nova proposta de culinária básica e saudável e já qualificou 1.

335 jovens em situação de vulnerabilidade social de Belo Horizonte e Contagem; e o projeto “Mão na Massa”, que, em parceria com o Centro Universitário de Belo Horizonte, o Serviço Voluntário de Assistência Social de Minas, a Fundação Estadual de Meio Ambiente, e Centro Mineiro de Referência em Resíduos e o Mercado Central, oferece 12 cursos gratuitos e profissionalizantes a jovens de áreas carentes de Belo Horizonte e entorno”.

“Estas são, senhoras e senhores, ações já implementadas pelo governo do Estado de Minas Gerais na busca do aperfeiçoamento do esporte e do desenvolvimento do protagonismo juvenil”, finalizou Braulio Braz.

AgendaO Fórum Democrático para o Desenvolvimento de Minas Gerais reuniu contribuições sobre dez grandes temas, de forma a levantar o que estará na agenda da Assembléia de Minas para promover o desenvolvimento do Estado.

O Fórum manterá uma consulta pública pela internet até 28 de fevereiro.

O evento debateu os temas assistência social, cultura, defesa social, desenvolvimento econômico e inovação, direitos humanos, educação, esporte e juventude, governança regional e urbana, meio ambiente e saúde.

fonte: site do Governo de Minas Gerais