Busato anuncia liberação de recursos para o Plano Estadual de Irrigação

PTB Notícias 20/01/2012, 12:30


O deputado federal licenciado e secretário de Obras Públicas, Irrigação e Desenvolvimento Urbano do Rio Grande do Sul, o petebista Luiz Carlos Busato, anunciou nesta sexta-feira (201/01/2012), em reunião da Comissão Representativa da Assembleia Legislativa do Estado, a liberação do recurso para a execução do Plano Estadual de Irrigação.

No encontro, realizado no Plenarinho, Busato anunciou ainda que na próxima semana serão assinados os convênios dos projetos executivos dos canais das barragens de Jaguari e Taquarembó.

O secretário disse que “estamos trabalhando de forma efetiva nas ações de combate à estiagem.

” “Para isso, estamos atendendo emergencialmente os municípios com a cedência de máquinas, reformas de poços e implantação de Redes de Abastecimento de Água, e investindo em ações de médio e longo prazo por meio do Plano Estadual de Irrigação”, explicou o secretário.

Busato salientou que a proposta visa identificar em nível regional as necessidades para os usos múltiplos da água e as potencialidades específicas quanto à agricultura irrigada.

Participaram da reunião o presidente da Casa, deputado Adão Villaverde, e a Comissão Representativa, colegiado formado por 15 parlamentares e mais o presidente do Parlamento, que responde pelas ações da Assembleia durante o recesso parlamentar.

Ações a médio e longo prazoPara a elaboração do Plano Estadual de Irrigação, a SOP está elaborando um estudo técnico analisando os aspectos físico-ambientais, climatológicos, socioculturais, econômicos, institucionais e legais de cada região visando transformar os problemas locais, relacionados à demanda de água, em políticas de Estado.

Para alcançar esse objetivo a Secretaria busca envolver no processo os principais atores, entre os quais os 25 comitês de Bacias Hidrográficas.

Entre os objetivos do Plano Estadual de Irrigação estão: diversificação das culturas do Rio Grande do Sul; garantia de expansão de água; mais condições de financiamento; e adaptação das políticas para atender problemas climáticos.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da assessoria do deputado federal Luiz Carlos Busato (PTB-RS)Foto: Divulgação/ Assessoria do deputado federal Luiz Carlos Busato (PTB-RS)